Policial

Áudio: prova pode mudar investigação da morte de menina que caiu na máquina em Cascavel

Na época a madrasta relatou que deixou a criança brincando na máquina, onde ela ficou sozinha por 40 min


O caso de Isabelly de Oliveira Assumpção de três anos, que morreu afogada ao cair dentro de uma máquina de lavar roupas, no bairro Country, em Cascavel, está prestes a completar 90 dias. A morte da menina comoveu, era véspera de dia das mães.

Na época a madrasta relatou que deixou a criança brincando na máquina. A menina ficou sozinha por cerca de 40 minutos. Segundo a madrasta, a criança subiu num banquinho, caiu e ficou submersa. A adolescente, que também estava no apartamento, percebeu a ausência da pequena e quando foi procurá-la ela já estava dentro da máquina desacordada. Os socorristas do Siate foram chamados e por uma hora e meia tentaram reanimar Isabelly, mas não adiantou.

O caso passou a ser investigado como homicídio culposo, quando não há intenção de matar, mas agora uma nova prova pode mudar o rumo do processo.

Um áudio que a CATVE teve acesso é da madrasta da criança conversando com a cunhada, irmã do pai da menina. Nele, a mulher demonstra a insatisfação no convívio com Isabelly.

Valéria, citada no áudio pela madrasta, é a tia da vítima. Já Sandra, é a patroa de Alex, pai de Isabelly, que ainda não teria recebido o salário, para que ele pudesse pagar a pensão da menina.

No momento do acidente, a criança estava com a madrasta e a filha dela, uma adolescente de 14 anos. Mesmo que a perícia não tenha constatado nenhuma de marcas de agressão ou de lesão na criança que indicasse que ela tenha sofrido qualquer tipo de agressão ou abuso antes do fato. Os pais da menina, ainda têm muitas dúvidas do aconteceu no dia 7 de maio.

Até agora, muitas provas foram anexadas ao processo. Algumas diligências foram solicitadas pela defesa, como a reconstituição da cena, um novo depoimento da madrasta e que adolescente também seja ouvida.

A defesa acredita que já existem provas circunstanciais para que o Ministério Público ofereça a denúncia contra a madrasta de Isabelly. O novo áudio, também será anexado ao processo.

Procuramos a defesa da madrasta que disse que não tem novidades no processo e não vai se manifestar.

O MP disse que não vai se pronunciar sobre o caso.


JC1


** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais lidas de Policial
Últimas notícias de Policial