BLOG DA
Laís Laíny

Em viagem, Paranhos diz: Tem alguém que não sabe o que é Coronavírus?

Diferente de outras cidades, Cascavel não prevê medidas para conter circulação

21 de fevereiro de 2021 | 12h17 | Atualizado há 13 dias

PUBLICIDADE
Em viagem quando o caos se instalou, Paranhos diz: "Tem alguém que não sabe o que é Coronavírus?"

A semana terminou com Cascavel em alerta de colapso no sistema de saúde e com o secretário de Saúde, Thiago Stefanello, vindo a público declarar que vivemos a pior crise desde que a pandemia de Covid-19 começou, com falta de leitos e pessoas na fila para internamento, inclusive com a rede privada.

Crise estadual que fez vários prefeitos tomarem decisões para conter a circulação do vírus: Pato Branco determinou o fechamento do comércio; Maringá editou novo decreto proibindo uso de salões de festa e qualquer tipo de evento; Foz do Iguaçu impôs um toque de recolher e proíbe eventos e atividades esportivas.

Em Cascavel, a posição do prefeito, Leonaldo Paranhos - que no fim da semana estava em viagem "é de que não haverá mudanças na estratégia de restrições de circulação. "Até porque o Paraná está com toque de recolher há quanto tempo! E os casos estão aumentando igual. Nos setores que estão tendo responsabilidade não é o problema. Os que não respeitam vão continuar não respeitando", afirmou o prefeito.

Em silêncio nas redes sociais sobre o assunto nos últimos dias, Paranhos disse ao blog que vai insistir nos pilares definidos quando a pandemia começou. " O pilar que vamos insistir: Liberdade, Responsabilidade e fiscalização". Em outro momento, ele afirmou: "Tem alguém que não sabe o que é Coronavírus?", referindo-se que o assunto já está disseminado e todos sabem como se proteger.

Questionado se no caos vivido no momento, o Município cogita a reativação do Hospital de Campanha ou restrições no comércio, o prefeito respondeu o seguinte:

"Ainda não. São quase 30 mil pontos comerciais na cidade. Acha possível de fato que a fiscalização tem eficácia pra isso? A responsabilidade individual é o remédio do momento até a vacina".

Quanto ao novo pico, o prefeito respondeu que a pandemia é notícia nacional que todos sabem. "Aglomeração - vírus - contaminação. Isso já faz um ano que sabemos".

VIAJANDO
O prefeito Leonaldo Paranhos informou que passou a semana passada fora de Cascavel, pois tinha reuniões no Instituto Butantã. Um encontro teria acontecido na quinta-feira (18) e outra agenda estaria prevista para segunda-feira (22).

"Tive reunião no Butantã e volto segunda lá novamente. E em Brasília assuntos do aeroporto, nosso ILS", afirmou o prefeito, falando do equipamento que tem o sistema de pouso e decolagem por instrumentos.

"MAIS UMA ONDA"
Para o prefeito, de fato, há mais uma onda de contaminação.

"Estamos com problemas em todo canto do país! Em alguns lugares mais outros menos! Há um ano estamos falando desse tema! O que temos de novo é de fato mais uma onda de contaminação. O que vamos insistir e no combate aos excessos, porque não há outra maneira. O que estou tentando é a compra de vacinas pelo município, não é muito fácil, mas não vou desistir até porque acho que temos argumentos para isso, em vista aos desencontros que está acontecendo com o plano nacional de vacinação".

O blog entrou em contato com a Secretaria de Comunicação e não houve confirmação se Paranhos já retornou a Cascavel.

O que foi repassado é que para esta segunda-feira (22) não compromissos na agenda oficial.
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM