Laís Laíny

Justiça aceita denúncia do MP sobre queda de muro que matou João Vitor

Caso aconteceu em 2017, no Bairro Floresta, em Cascavel

22/08/2019 12h43

A Justiça Criminal de Cascavel aceitou a denúncia oferecida pelo Ministério Público envolvendo o caso do menino João Vitor Oliveira dos Santos, que em 2017 morreu depois que um muro caiu sobre ele, no Bairro Floresta.

A denúncia da promotora Vera Guiomar Morais pede a condenação dos empresários responsáveis pela obra do muro.

O juiz aceitou a denúncia e os indiciados, agora estão enquadrados como réus.

"Recebo a denúncia, eis que amparada em elementos suficientes para fins de preenchimento do artigo 41 do Código de Processo Penal, não estando presentes, em princípio, as hipóteses constantes no artigo 395 do referido texto legal", informou o juiz.

Os réus são o ex-secretário de Meio Ambiente, Luiz Carlos Marcon; o servidor Darci Gonzatti; o empresário Dácio Borges e o engenheiro, Paulo Moretti Junior.

Todos os réus ainda podem se defender das acusações.

Confira o processo

Leia outros artigos de Laís Laíny