Esporte

Se conseguir reviravolta contra o Chopinzinho, Cascavel Futsal será campeão pela segunda vez longe de casa

Dos sete títulos, Serpente comemorou seis no Ginásio da Neva e um em Marechal Cândido Rondon


Imagem de Capa

Foto: Cristiano Viteck

PUBLICIDADE

O maior campeão do Paraná está em um cenário que não é muito comum para o Tricolor. Também recordista no número de finais da Série Ouro, com 12 no total, o Cascavel Futsal, na maioria das vezes disputou o título em casa, no Ginásio da Neva ou no Ginásio Sérgio Mauro Festugatto. No próximo sábado a realidade é outra, terá que decidir a competição como visitante e enfrentar a pressão da torcida do Chopinzinho.

Nas outras 11 vezes que disputou o troféu de campeão, a Cobra só conseguiu levantar o caneco em 2012, no Ginásio Ney Braga em Marechal Cândido Rondon. Em toda a sua história o Cascavel Futsal precisou fazer o jogo decisivo em solo alheio em apenas três oportunidades. Em duas ocasiões não conseguiu voltar de viagem com o peso a mais do troféu na bagagem.

Em 2010, quando o Cascavel decidiu o título com o Guarapuava, o Cascavel venceu o primeiro duelo do confronto por 6 a 3 no Ginásio da Neva. No segundo jogo, em Guarapuava, o time da casa venceu por 5 a 4, forçando a realização de um jogo de desempate, também em Guarapuava, que nesse caso foi vencido pelos guarapuavanos por 2 a 1.

No ano de 2012, quando nem era considerado favorito, foi buscar o troféu na casa do adversário, jogando contra um dos maiores rivais, o Marechal Rondon. Na primeira partida vitória na Neva pelo placar mínimo, 1 a 0. Na volta o Tricolor arrancou um empate por 1 a 1, teve sorte nos segundos finais quando a bola do time rondonense bateu no travessão, naquele gesto marcante de Issamu beijando a trave, e faturou o seu quinto título, naquela ocasião.

A outra vez que não conseguiu o título como visitante foi em 2014 e com o mesmo Guarapuava de 2010. Dessa vez foram duas partidas na final. O primeiro jogo em Cascavel terminou empatado em 2 a 2. A segunda partida foi no Ginásio Joaquim Prestes onde o time da casa foi campeão ao vencer por 7 a 2.

Nas outras oito decisões de paranaense o Cascavel conseguir vencer seis vezes disputando as finais diante da sua torcida e sofreu dois reveses em disputas pelo título jogando em seus domínios, 2007 no Sérgio Mauro Festugatto para o Umuarama e para o Marechal Rondon em 2013, também no Sérgio Mauro Festugatto. Em finais, o time cascavelense era imbatível jogando no Ginásio da Neva até perder para o Chopinzinho por 4 a 2 no último domigo (4).

Sábado (10) o Cascavel terá que vencer duas vezes para conquistar o oitavo título Estadual, no tempo normal e na prorrogação, independente do placar. O duelo da volta no Ginásio Deonisto Debona está marcado para às 19h e terá transmissão ao vivo da Catve.

Redação Catve.com

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

Mais lidas de Esporte
Últimas notícias de Esporte