Esporte

Cascavel Futsal bate Peñarol e garante vaga para as quartas de final da Libertadores

Cascavel Futsal poderia ter vencido com mais facilidade, mas parou no goleiro uruguaio


Imagem de Capa

Foto: Conmebol Libertadores

Na Arena Maldivas, em Buenos Aires, o Cascavel Futsal enfrentou o Peñarol-URU pela segunda rodada da Copa Libertadores de Futsal, na Argentina. As duas equipes estrearam com vitória na competição continental. A Serpente havia vencido o Boca Juniors por 4 a 1 e o Aurinegro derrotou o Panta Walon-PER por 3 a 2. Um resultado positivo de qualquer lado significaria carimbar o passaporte para a sequência do torneio com uma rodada de antecedência. 

Competitivo, o Cascavel começou a partida em um ritmo eletrizante e criando boas oportunidades de sair na frente. O goleiro Fernandéz apareceu muito bem. O Peñarol, com toda a garra uruguaia, começou a equilibrar a partida e chegava com perigo nas bolas paradas. No fim prevaleceu a técnica do time brasileiro e o Cascavel venceu o duelo por 2 a 1.

Com o resultado o time comandado por Cassiano Klein chegou aos seis pontos e está classificado para as quartas de final da Libertadores, no mínimo, como um dos dois melhores terceiros da primeira fase. Com seis pontos, o Tricolor lidera o Grupo B e na última rodada encara o Panta Walon-PER. Um empate grande o Cascavel no primeiro lugar da chave. O duelo está marcado para esta segunda-feira (26) às 18h. 

O Peñarol duela com o Boca Juniors e apesar da derrota para o Cascavel mantém boas chances de classificação. Pelo grupo B, Boca Juniors e Panta Walon se enfrentam ainda hoje (25) às 12h.

O jogo - 1º tempo

Com maior volume de jogo, o Tricolor começou pressionado os uruguaios e logo aos 20 segundos Gabriel Gurgel quase abriu o placar. Depois Gessé e Ernanes obrigaram o goleiro Fernandéz, a fazer duas boas defesas. Aos poucos o Peñarol foi equilibrando o confronto e Cabarcas deu um susto na torcida cascavelense em uma cobrança de falta ensaiada. A bola passou muito perto. 

Dieguinho por pouco não fez um golaço. Ele colocou entre as pernas de … e finalizou por baixo, mas Fernandéz evitou que a bola entrasse. Jhow também teve a chance abrir o placar, mas o marcador tirou em cima da linha colocando a bola para escanteio. Na cobrança Dieguinho recebeu o passe e mandou de primeira para fazer um golaço restando 11 minutos para o fim da etapa inicial. 

Dois minutos depois Ordoqui, em mais uma cobrança de falta, bateu direto para o gol, fora do alcance de Di Fanti, mas Ernani tirou, de cabeça, o gol de empate em cima na linha. Segundo depois Edimar finalizou, a bola desviou e bateu no travessão. 

A quatro minutos do fim Vieira roubou a bola no ataque e chutou firme. Em colocado, Di Fanti segurou o ataque adversário. O goleiro da Cobra apareceu bem de novo em um chute forte de Auchayna. Jorginho respondeu em grande jogada individual em que ele rolou para Dieguinho chutar por cima do gol. No minuto final as duas equipes tiveram chances de marcar, no entanto, o placar seguiu inalterado. 

2º tempo 

Na volta dos vestiários, nada mudou, a disputa seguiu dinâmica, com o Cascavel encurralando o adversário e criando as melhores oportunidades, mas a bola insistia em não entrar. Gessé, bem no jogo, finalizou duas vezes em menos de um minuto. 

O problema era que o representante do Brasil não conseguia converter em gol. Em um das investidas Dieguinho bateu muito forte perto da linha da área e Fernandéz fez uma defesaça para salvar o time uruguaio. 

De tanto insistir o gol saiu em uma jogada coletiva. Di Fanti fez o passe para Gabriel Gurgel, que achou Gessé no fundo da quadra, o pivô rolou para o capitão Ernani bater de primeira dentro da área e estufar a rede. 

Depois do segundo gol do Cascavel, o Peñarol cresceu no jogo. Ignácio bateu de média distância e Di Fanti bem colocado defendeu com os pés. Logo depois o goleiro demorou para recolocar a bola em jogo e a arbitragem marcou falta em dois lances. E em uma cobrança ensaiada na linha da área os uruguaios descontaram com gol de Custódio, finalizando no ângulo do goleiro do time cascavelense.

Gabriel Gurgel quase fez o terceiro do Cascavel quando ao roubar uma bola no meio da quadra viu o goleiro Fernandéz adiantado. Cabarcas pedalou para cima de Ernani e abriu espaço para um chute forte que passou perto do gol restando pouco mais de um minuto e meio. Placar final: Cascavel Futsa 2 x 1 Peñarol.

Redação Catve.com

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

Mais lidas de Esporte
Últimas notícias de Esporte