Itaipulândia - 12/04/2016 09h23 - Atualizado em 18/04/2016 11h09

Vereadores de Itaipulândia são presos durante operação do Gaeco

Apenas um vereador não é alvo da operação nesta manhã

Compartilhe
Publicidade


Foto divulgação

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) realiza operação para prender oito vereadores de Itaipulândia, oeste do Paraná na manhã desta terça-feira (12). Seis já estavam detidos e dois sendo procurados.

De acordo com a Polícia Civil, 12 mandados de prisão foram expedidos - oito de parlamentares e quatro de servidores públicos, - e ainda dois mandados de condução coercitiva de servidores da Câmara de Vereadores.

Entre os foragidos o presidente da câmara. Os suspeitos são acusados de usarem diárias para viagens e despesas em benefício próprio, para fazer cursos que muitas vezes nem existiam. O prejuízo deve ultrapassar R$ 700 mil.

Além da prisão temporária, o ministério público também pediu a suspensão da função pública dos oito dos nove vereadores de Itaipulândia e de quatro servidores da Câmara Municipal.

Investigações do Gaeco apuraram que, de setembro de 2013 a novembro de 2015, vereadores se utilizaram do subterfúgio de inscrever-se em cursos para receber diárias indevidamente. Entre as irregularidades identificadas destacam-se casos de vereadores que sequer iam para o local da capacitação; outros que se deslocavam até a cidade do treinamento, mas não o frequentavam; alguns que receberam verba para um número de dias superior ao que ficavam no local e ainda outros que compareciam apenas para registrar presença, sem participação efetiva nos cursos. Foram gastos pela Câmara, no período indicado, R$ 511 mil em diárias e R$ 160 mil para pagamento dos cursos.

Além das prisões, também foi autorizada a condução coercitiva do contador e do ex-contador da Câmara.

A Câmara de Santa Terezinha de Itaipu também é alvo da operação na manhã de hoje. As investigações envolvem a farra nas diárias concedidas aos vereadores e também aos servidores da casa.

No ano passado o Tribunal Contas do Estado divulgou uma lista de cidades do Paraná que demonstrava o excesso de gastos com diárias. O TCE fez uma auditoria nas contas de 2014 e as Câmaras de Itaipulândia e Santa Terezinha de Itaipu apareciam na lista.




Últimas Notícias
Beletti lamenta morte de vítimas do Chapecoense
GDE prende um dos autores do assalto à tabacaria
Prefeitura não descarta reintegração de posse no Veneza




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY