Itaipulândia - 12/04/2016 09h23 - Atualizado em 18/04/2016 11h09

Vereadores de Itaipulândia são presos durante operação do Gaeco

Apenas um vereador não é alvo da operação nesta manhã

Compartilhe
Publicidade


Foto divulgação

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) realiza operação para prender oito vereadores de Itaipulândia, oeste do Paraná na manhã desta terça-feira (12). Seis já estavam detidos e dois sendo procurados.

De acordo com a Polícia Civil, 12 mandados de prisão foram expedidos - oito de parlamentares e quatro de servidores públicos, - e ainda dois mandados de condução coercitiva de servidores da Câmara de Vereadores.

Entre os foragidos o presidente da câmara. Os suspeitos são acusados de usarem diárias para viagens e despesas em benefício próprio, para fazer cursos que muitas vezes nem existiam. O prejuízo deve ultrapassar R$ 700 mil.

Além da prisão temporária, o ministério público também pediu a suspensão da função pública dos oito dos nove vereadores de Itaipulândia e de quatro servidores da Câmara Municipal.

Investigações do Gaeco apuraram que, de setembro de 2013 a novembro de 2015, vereadores se utilizaram do subterfúgio de inscrever-se em cursos para receber diárias indevidamente. Entre as irregularidades identificadas destacam-se casos de vereadores que sequer iam para o local da capacitação; outros que se deslocavam até a cidade do treinamento, mas não o frequentavam; alguns que receberam verba para um número de dias superior ao que ficavam no local e ainda outros que compareciam apenas para registrar presença, sem participação efetiva nos cursos. Foram gastos pela Câmara, no período indicado, R$ 511 mil em diárias e R$ 160 mil para pagamento dos cursos.

Além das prisões, também foi autorizada a condução coercitiva do contador e do ex-contador da Câmara.

A Câmara de Santa Terezinha de Itaipu também é alvo da operação na manhã de hoje. As investigações envolvem a farra nas diárias concedidas aos vereadores e também aos servidores da casa.

No ano passado o Tribunal Contas do Estado divulgou uma lista de cidades do Paraná que demonstrava o excesso de gastos com diárias. O TCE fez uma auditoria nas contas de 2014 e as Câmaras de Itaipulândia e Santa Terezinha de Itaipu apareciam na lista.



Últimas Notícias
Jovem fica ferida ao bater em poste no Jardim Coopagro em Toledo
Homem morre ao cair em máquina de silagem
Motociclista fica gravemente ferido em São Miguel do Iguaçu




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY

Maio Amarelo