Cascavel - 20/03/2017 14h27 - Atualizado em 20/03/2017 15h08

Prefeitura faz reunião para discutir futuro dos moradores do Gramado

Ainda permanecem no Jardim Gramado mais de 230, algumas em situação de vulnerabilidade

Compartilhe
Publicidade


Essa foi a terceira reunião entre a nova administração municipal e a Defensoria Pública do Paraná. Com um pedido de reintegração de posso feito pela empresa dona da área do Jardim Gramado, e aceito pela justiça, a meta é evitar que famílias sejam colocadas na rua.

No mês passado o município concluiu o cadastro de famílias que vivem no Jardim Gramado. No total são 233 famílias, com situação diversas, desde aquelas que tentam ainda negociar com a empresa até aquelas que vivem em situação de vulnerabilidade. O que mais preocupa é que o cadastro concluiu que existem moradores já contemplados em programas sociais.

O mesmo cadastro foi feito com aquelas famílias que desocuparam a área do gramado e que se deslocam para a ocupação de um terreno do município no Jardim Veneza.

Das 156 famílias cadastradas, 90 não fazem parte do processo inicial de desocupação e ocupação. A Defensoria descarta excluir as peculiaridades dos moradores das duas áreas.

O Defensor Público recebeu informações de que a reintegração de posse no Jardim Gramado irá acontecer dentro de duas ou três semanas.

A situação pode ficar ainda mais grave se a justiça deferir o mesmo pedido feito pelo município na área do Veneza.

O Procurador Jurídico da prefeitura, afirma que não houve acordo no passado. Na época ele participou como advogado da Câmara de Vereadores.

Jornal da Catve 1ª Edição




Últimas Notícias
Toledano precisa de ajuda para representar o Oeste em curso de música ópera
Procura pela vacina da gripe ainda é baixa em Foz do Iguaçu
Reforma da Secretaria de Segurança em Toledo terá investimento de R$ 400 mil




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY