Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu receberá dose dupla de canoagem, a partir desta quinta-feira

O Canal Itaipu será palco da segunda etapa da Copa Brasil e da Seletiva Nacional

10/05/2017 17h18 | Atualizado em 10/05/2017 17h22
Neste fim de semana, a fronteira do Brasil com o Paraguai terá dose dupla da canoagem. Foz do Iguaçu recebe, de quinta-feira (11) a domingo (14), dois eventos simultâneos da Canoagem Slalom, no Canal Itaipu, na usina de Itaipu. Pela Seletiva Nacional, 45 canoístas ? entre eles, os principais nomes da canoagem slalom - disputam uma vaga para representar o Brasil em competições internacionais. Já na segunda etapa da Copa Brasil, com previsão de reunir mais de 120 atletas, estará em jogo pontos para o ranking nacional que garante Bolsa Atleta ao vencedor.

Estão previstas provas nas categorias K1 (caiaque individual), C1 (canoa individual), masculino e feminino e C2 (canoa dupla) masculino e mista, nas faixas infantil, menor júnior, sênior e máster, em duas divisões iniciantes, além do Caiaque Cross e provas por equipe. Oito associações estarão representadas na competição. O evento é aberto ao público, com entrada gratuita.

Olímpicos

O atleta prata da casa Felipe Borges participa das duas competições. Vindo de um resultado importante conquistado na primeira etapa da Copa Brasil - disputada em Tomazina (PR), na qual garantiu o ouro - o atleta só pensa em repetir o feito no Canal Itaipu. "Em casa sempre é mais emocionante; temos a torcida e a família presentes. Em Foz, sempre tive bons resultados e vou atrás de mais um."

No ano passado, Felipe conseguiu, graças ao bom desempenho, disputar uma semifinal inédita em Praga (quarta etapa da Copa do Mundo). "Quero neste ano ir novamente à Europa e tentar uma final", comenta o iguaçuense, que também esteve nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Pedro Gonçalves, de Piraju (SP), quem no currículo a final olímpica do K1 Masculino na Rio 2016, vem mantendo um ritmo intenso de treinos. A intenção é dar a volta por cima na temporada nacional. "Em Tomazina não foi o meu momento. Fiquei fora da disputa pela semifinal. Mas agora estou bem confiante".

Principal nome da canoagem slalom brasileira nas competições internacionais, Ana Sátila, atleta do Instituto Meninos do Lago (Imel), chega com a experiência de duas olimpíadas (Londres 2012 e Rio 2016) e mantém o favoritismo em competições nacionais. Ela vem da primeira etapa da Copa Brasil com três ouros. A canoísta sabe que dedicação é o que conta. "Sempre foco nos meus treinos e me preparo ao máximo, porque cada prova tem sua particularidade".

Pontuação no ranking nacional

A segunda etapa da Copa Brasil faz parte do circuito brasileiro de competições da canoagem slalom. Os pontos obtidos pelos atletas somam no ranking nacional. Este é o mesmo parâmetro que define os recursos do Bolsa Atleta para o ano seguinte. "As três melhores embarcações de cada categoria na soma total do ano estão aptas para obter a bolsa", explica João Tomasini Schwertner, presidente da Confederação Brasileira de Canoagem.

Os atletas aptos a participar da prova são definidos de acordo com o ranking em 2016 e os resultados da primeira etapa da Copa Brasil, realizada em Tomazina (PR). No total, 45 atletas estão aptos a participarem das seletivas nacionais. No Canal Itaipu, cada atleta fará três descidas na água por categoria. O pior resultado é descartado. Serão selecionados para as competições internacionais os primeiros de uma lista de pontuação, de acordo com a quantidade de vagas disponíveis.

Transmissão pelo Youtube e Facebook

As provas da primeira divisão e da Seletiva Nacional terão transmissão pelo canal do Youtube da Canoagem Brasileira (youtube.com/canoagembrasileira) e também pelo Facebook (facebook.com/canoagembrasileira). A transmissão é inédita na modalidade.

Público

O público poderá assistir às provas gratuitamente. Basta se dirigir à Barreira de Controle da usina (no fim da Avenida Tancredo Neves) e fazer o cadastramento em uma tenda montada no local - de onde partirão ônibus até o Canal Itaipu.

Assessoria