Tomazina - 29/04/2017 09h07 - Atualizado em 29/04/2017 10h24

Canoístas de Foz do Iguaçu garantem primeira colocação para o clube Copa Brasil

A competição foi realizada entre 12 e 14 de Abril, em Tomazina (PR)

Compartilhe
Publicidade


Foto: Fepacan Canoagem/ Assessoria Itaipu

Os canoístas do Instituto Meninos do Lago (IMEL), de Foz do Iguaçu, levaram 55 medalhas e garantiram a primeira colocação para o clube na Copa Brasil de Canoagem Slalom, realizada entre 12 e 14 de abril, em Tomazina (PR).

O instituto, que reúne nomes como os atletas olímpicos Ana Sátila e Felipe Borges, é uma parceria entre a Itaipu Binacional e a Federação Paranaense de Canoagem (Fepacan). A próxima etapa da Copa Brasil e as Seletivas Nacionais acontecerão no Canal Itaipu, em Foz do Iguaçu, entre os dias 11 e 14 de maio.

Na primeira divisão, o IMEL conquistou 11 pódios, dos 14 disputados. Na prova por equipes, foram quatro ouros em quatro competições. Na segunda divisão, categoria que reúne os atletas iniciantes, o clube de canoagem de Foz garantiu 18 pódios de 24 disputados. No total foram 24 ouros, 13 pratas e 18 bronzes. Na soma dos pontos, o IMEL ficou com 3.425 pontos, seguido por Apen, de Piraju (SP), e Asteca, de Três Coroas (RS).

Favoritismo confirmado

No C1 (canoa simples) Masculino Sênior, o iguaçuense Felipe Borges levou mais um ouro para a carreira. "Estou bem feliz com o meu resultado, mas analiso que cometi alguns erros na pista na tentativa de fazer um tempo menor. Agora é levar tudo como aprendizado e focar na próxima prova em casa", disse Borges. Na mesma prova, Leonardo Curcel, também do IMEL, ficou em terceiro lugar.

Ana Sátila conseguiu quatro pódios, nas quatro categorias em que competiu. "Meu trabalho é fruto de um longo esforço visando sempre fazer uma boa temporada", comenta. Para ela, a nova categoria Canoa em Dupla Mista, na qual ela disputou ao lado do colega Anderson Oliveira, fortalece ainda mais a Canoagem Slalom.

O K1 (caiaque simples) Masculino Sênior foi uma das categorias mais disputadas da competição. O iguaçuense Fábio Rodrigues levou a melhor sobre os atletas olímpicos Pedro Henrique Gonçalves, o Pepê, e Anderson Oliveira, ambos de Piraju (SP). "Graças a Deus tive muita sorte, remei muito bem também, a torcida ajudou e a cada grito eu arrepiava", comenta.

Na segunda divisão, o IMEL esteve presente em praticamente todos os pódios. Com apenas 11 anos, Daniela Sofia conquistou dois ouros. "Fiquei muito feliz. Quero continuar ganhando medalhas", afirma. No total, foram 11 ouros, nove pratas e 11 bronzes na categoria que reúne os atletas iniciantes.

Meninos do Lago

O Projeto Meninos do Lago é uma ação desenvolvida pela Itaipu Binacional e a Fepacan Federação Paranaense de Canoagem, desenvolvido desde 2009. Mais de 500 crianças e adolescentes já estiveram no projeto. Dele, são formados alguns atletas do Instituto Meninos do Lago (IMEL), que é considerada, atualmente, a melhor escola da modalidade no Brasil.

O projeto está sendo estudado para ser replicado em outros países como o Paraguai e Peru. Um dos talentos revelados é o iguaçuense Felipe Borges, atleta bronze nos Jogos Pan-americanos 2015 no Canadá e único representante de Foz do Iguaçu nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Hoje metade da Equipe Permanente de Canoagem Slalom do Brasil é composta por canoístas do Meninos do Lago.


Assessoria Itaipu



Últimas Notícias
Vítima de acidente na Sapucaí no carnaval piora e está em estado grave
Chuvas fortes provocam quatro mortes em Maceió
Policiais da UPS Sul detém homem no Bairro Colina Verde




COPYRIGHT CATVE.TV | 2011 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS MOBILE READY

Maio Amarelo