Policial

Em 2015, suspeito de esfaquear Gabriel se envolveu em outra briga com morte em Vera Cruz do Oeste

Motorista da Pajero que aparece nas imagens deixando o drive após a briga esteve envolvido no caso em 2015


Gabriel Baiça, morto a facadas em Cascavel. Roney morto com uma facada em Vera Cruz do Oeste

A declaração da mulher no Facebook foi motivada após a notícia sobre o crime ocorrido no drive-thru na noite do último domingo (22) e que terminou com o jovem Gabriel Gomes Baiça Neto, de 26 anos, morto a facadas.

A moradora de Vera Cruz do Oeste, a 50 quilômetros de Cascavel, compartilhou o link do Portal CATVE, sobre a morte de Gabriel.

  • "Já vi esse filme antes e era de terror me vi nas palavras dessa mulher há 5 anos atrás o mesmo homem que tirou a vida do meu irmão veio a tirar outra vida e pelo mesmo motivo....nenhum. Porque não existe motivo pra tirar a vida de alguém. Covarde maldito, agora tem vídeos fotos e não foi um pobre quero ver vc se safar dessa que a justiça seja feita Deus não dorme nem tem sono. Meus sinceros sentimentos a família do Gabriel eu sei exatamente o que estão sentindo"



Foto: Roney Lucas Moreira dos Santos, morador de Vera Cruz do Oeste morto em 2015


Ela escreve na publicação da rede social sobre o homem de jaqueta preta que aparece dando um soco em uma mulher e, na sequência, parte para cima de Gabriel, que estava de jaqueta vermelha e foi ferido por duas facadas. Gabriel, a esposa e um amigo brigaram por causa da fila no drive-thru do McDonalds. Pouco tempo depois o jovem de 26 anos morreu.

A moradora de Vera Cruz que fez a publicação teve o irmão morto a facadas em 2015, em frente a um cartório da cidade. Ela afirma que o mesmo homem que matou Gabriel, também matou o jovem Roney Lucas Moreira dos Santos, em uma situação semelhante. De acordo com ela, "sem um motivo e também após se desentender com o acusado do crime, durante briga no trânsito".

Roney foi morto com uma facada no peito, em dezembro de 2015. O caso julgado pela justiça foi arquivado em 2019. O réu absolvido pelo crime de lesão corporal seguida de morte, durante o julgamento ficou reconhecida a legítima defesa do acusado que agora responde pela morte de Gabriel em Cascavel. 

O empresário até o momento não se apresentou espontaneamente e a polícia segue com as investigações. 




Redação Catve.com


** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais lidas de Policial
Últimas notícias de Policial