Trânsito

Shara Miranda, repórter da Catve, morre em grave acidente na rodovia 467

Ela e outra jornalista morreram após carro capotar


Imagem de Capa

Shara Karoliny Miranda

Foto: Redes Sociais

PUBLICIDADE

A repórter do Grupo Catve, Shara Karoliny Miranda, morreu na manhã deste domingo (12) em um grave acidente de trânsito na rodovia 467, em Cascavel.

A jornalista foi ejetada de um Honda Civic que capotou, quase embaixo do viaduto Domiciano Theobaldo Bresolin, de acordo com socorristas, quando a equipe chegou no local do acidente, ela estava em parada cardiorrespiratória, foram feitas manobras de ressuscitação mas Shara não resistiu. O motorista, Bruno Gonçalves, sofreu machucados leves e foi encaminhado para a UPA Brasília. O quarto ocupante Igor Souza de Oliveira, recusou ser encaminhado para a unidade hospitalar.

Shara Karoliny Santos Miranda de Souza, nasceu em Curitiba, tinha 25 anos, trabalhava no grupo Catve há três anos. Ela deixa uma filha de 4 anos. 

Nós do Grupo Catve, nos solidarizamos com familiares e amigos e sentimos essa perda tão prematura. Shara se formou pelo Centro Universitário FAG em 2022  e estava como repórter do Jornal da Catve e EPC. 

A outra vítima fatal, também jornalista, era Celeste Pereira de 24 anos, era de Quedas do Iguaçu mas morava em Cascavel e trabalhava em uma agência de publicidade, ela era filha única.

Os corpos das jornalistas serão levados para outras cidades, Celeste será enterrada em Quedas do Iguaçu e Shara em Alto Piquiri.

As famílias das jornalistas autorizaram a retirada das córneas para doação. 

Redação Catve.com


** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais lidas de Trânsito
Últimas notícias de Trânsito