Cotidiano

Em uma semana, Toledo confirma 97 casos de dengue

Município chega a 750 confirmações da doença


Imagem de Capa

Foto ilustrativa Catve

PUBLICIDADE

O boletim epidemiológico divulgado na manhã desta sexta-feira (26) pela Secretaria da Saúde de Toledo aponta para um cenário preocupante em relação à dengue: no ano epidemiológico vigente, iniciado em 1º de agosto de 2022, o município confirmou, até a tarde de quinta-feira (25), 750 casos da doença (743 autóctones e 7 importados), 97 na última semana, um crescimento absoluto 14,85%.

Incluindo as 858 pessoas cujos testes não positivaram e as 144 que aguardam resultado de exames, chega-se à marca de 1.722 notificações, isto é, número de pacientes por procurarem os serviços de saúde com sintomas da doença (manchas avermelhadas na pele, dor abdominal, febre, dor no corpo, cansaço, entre outros). Um deles não resistiu às complicações causadas pela dengue e faleceu no fim de abril.

Outro perigo causado pelo Aedes aegypti é a febre chikungunya. A doença transmitida pelo mosquito foi diagnosticada em dois moradores de Toledo que se contaminaram fora dos limites territoriais do município.

Mais da metade (53,87%) dos casos de dengue registrados em Toledo estão concentrados em seis comunidades. São elas: Santa Clara IV (154), Europa (55), Industrial (53), São Luiz (39), Panorama (36), Centro (35) e Fachini (32).

ECOPONTO

Com quase o triplo de casos do segundo colocado, o líder deste ranking receberá neste sábado (27), das 8h às 12h, as ações do Ecoponto Itinerante.

A ação está sendo organizada pela Comissão de Mobilização do Comitê Municipal Intersetorial de Combate à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus de Toledo e se destina à coleta de objetos que podem acumular água (vasos, pneus, garrafas, móveis velhos, entre outros), servindo, assim, de criadouro para o mosquito - apenas galhos de árvores e entulhos de construção não serão recolhidos.

A base de operações ficará na Rua Arthur Mazzaferro, ao lado do ponto de coleta do Meio Ambiente, onde contêineres que serão instalados de forma provisória receberão o material que será recolhido. Durante esta semana, agentes de combate a endemias (ACEs) estão percorrendo os 60 quarteirões do bairro, que possui 1.956 imóveis, informando sobre a ação e coletando o que já pode ser destinado ao Ecoponto Itinerante.

COLABORAÇÃO

Neste momento delicado, a SMS, por meio do setor de Controle e Combate às Endemias, orienta a população a redobrar as ações de combate e prevenção ao Aedes aegypti, impedindo que este se reproduza em locais onde a água pode acumular, tais como vasos, pneus, garrafas, calhas, plantas, entre outros lugares. Também recomenda às pessoas que apresentarem sintomas de dengue a procurarem imediatamente atendimento médico, evitando os quadros mais graves da doença.

Para frear a disseminação da dengue em nosso município, é fundamental a realização das vistorias pelos agentes de combate a endemias nos imóveis. Por isso, quando baterem no portão, é imprescindível que os moradores os deixem entrar e sigam todas as orientações que forem dadas por eles.

Assessoria

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

Mais lidas de Cotidiano
Últimas notícias de Cotidiano