Advogado de Lula já pediu soltura de petista à Justiça Federal

Documento será analisado pela juíza federal Carolina Moura Lebbos

08 de novembro de 2019 | 12h31 | Atualizado há 278 dias

PUBLICIDADE
Os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska T. Martins, que representam a defesa de Lula, conversaram com a imprensa na manhã de sexta-feira (8) após visita ao ex-presidente na superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

O pedido de soltura de Lula já foi protocolado e agora será analisado pela juíza federal Carolina Moura Lebbos.

"Esperamos que a doutora possa de imediato expedir o alvará de soltura pois não existe nada que possa impedir, não existe crime algum e acreditamos que a justiça será feita", disse o advogado Cristiano.

Não existe horário definido para o resultado da análise do pedido de soltura, mas a defesa acredita que isso possa acontecer a qualquer momento. Também não foi definido o destino de Lula após deixar a prisão.

O ex-presidente está preso há mais de 580 dias e a soltura dele é aguardada por dezenas de apoiadores que estão em vigília na capital do estado desde o início da manhã de sexta-feira (8).

A liberdade de Lula é resultado de uma votação realizada no STF (Supremo Tribunal Federal) que derrubou a prisão após a condenação em segunda instância. Com essa decisão, o STF retorna ao entendimento de que um réu só pode cumprir pena depois que esgotar os recursos na Justiça.




Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

NOTÍCIAS RELACIONADAS


VEJA TAMBÉM