Foz do Iguaçu

Prefeito terá que explicar aplicação do dinheiro da cidade

O município tem um orçamento de R$ 700 MI e está afundado em dívidas

02/12/2014 20h12 | Atualizado em 02/12/2014 20h12
Com toda a pompa que a ocasião merece, o presidente do legislativo de Foz, entregou um cheque de R$ 3 MI ao prefeito mas a devolução foi simbólica, o dinheiro já foi usado durante o ano.

A devolução representa a sobra do orçamento anual da Câmara que este ano foi de pouco mais de R$ 20 MI.

Mesmo sendo simbólico, o momento poderia ser de comemoração, mas nem deu tempo. No mesmo dia, os vereadores aprovaram a criação de uma comissão de investigação para saber onde o prefeito está gastando o dinheiro do município que tem um orçamento de R$ 700 MI e está afundado em dívidas.

A CI foi uma indicação da vereadora, Anice Gazzaoui e além dela vai contar com os vereadores, Edilio Dalagnol, Rudinei de Moura, Luiz Queiroga e Nilton Bobato.

Para a vereadora, existem denuncias graves contra o prefeito mas ela não revelou nenhuma.

A criação da comissão chegou a provocar um mal estar entre os vereadores e nem mesmo a presença do coral da escola, Frederico Engel, esfriou os ânimos.

Mas para o prefeito, a investigação não assusta, por que ele está administrando uma massa falida.

Jornal Catve 2ª edição