Cotidiano

Fraldas geriátricas estão em falta na rede pública de Toledo

Quem precisa do produto reclama dos altos custos e da demora para município em resolver a situação


Imagem de Capa

Fraldas para adultos estão em falta na rede pública de Toledo. Quem precisa do produto reclama dos altos custos diários e da demora do município em resolver a situação.

Mylena Quadros tem paralisia cerebral, vítima de negligência médica durante o parto. A jovem cadeirante, de 23 anos, sofre com incontinência urinária e todos os dias usa em média 6 fraldas. A família contava com o fornecimento do produto pelo município para pacientes acometidos por incontinência, mas há várias semanas o item está em falta.

O custo mensal para adquirir o produto de higiene pessoal é alto em relação ao que ganham mensalmente, e por isso, a família lamenta tanta demora do município em resolver a questão. 

De acordo com o protocolo atual da rede pública municipal de saúde, pacientes com incontinência urinária e/ou fecal, afetados por diversos tipos de doença, têm direito de receber até 120 fraldas por mês, dependendo da situação. A prescrição é dada pelos médicos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), mesmo local onde retiram as fraldas geriátricas. O problema segundo a Secretaria, foi causado pelo descumprimento de licitação por parte da empresa vencedora, ainda em outubro do ano passado.

Segundo a Secretaria de Saúde de Toledo, as fraldas G e EG estão em falta desde janeiro. A nova licitação foi aberta na semana passada e de acordo com a Secretaria, até 10 de abril, as UBSs de Toledo já devem receber as fraldas.

A nova licitação no valor de R$942.300,00 está em fase de homologação. 

Confira a matéria completa:

Redação CATVE.com

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

Mais lidas de Cotidiano
Últimas notícias de Cotidiano