Esporte

Com problemas na regularização dos atletas do Rio Branco, jogo com FC Cascavel pode dar W.O

Atletas ainda não foram publicados no BID da CBF faltando poucas horas para o fim do prazo


Foto: Assessoria Rio Branco

PUBLICIDADE

A bola rola para FC Cascavel e Rio Branco somente neste sábado às 19h, mas o Campeonato Paranaense para a diretoria do Leão da Estradinha começou emocionante nas vésperas do confronto de estreia. É que o registro dos jogadores no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF, ainda não aconteceu e se aproxima do limite estabelecido pelo regulamento da competição.

Para o jogador entrar em campo regularizado, é preciso que o nome dele esteja no BID no máximo até 23h59 do dia anterior ao duelo. Sendo assim o prazo final para a publicação é esta sexta-feira (21). Só que até à publicação desta reportagem (às 19h35) ainda não tinha nenhum nome na relação e a última atualização de registro da CBF costumeiramente é feita até às 19h.

Rodrigo Fernando, Diretor de Futebol do Rio Branco, disse que entregou para a Federação Paranaense de Futebol toda a documentação necessária para registro dos atletas.

"Eu falei com o presidente Hélio Cury, tive o cuidado de conversar com ele duas ou três vezes durante o dia (quinta-feira), justamente para não ter nenhum risco de dar problemas. Acontece que o que acabou atrasando foi uma regularização pendente da Receita Estadual", destacou Rodrigo.

De acordo com ele houve um atraso na regularização do Rio Branco junto à Receita Estadual e por isso a documentação de todos os jogadores não foi entregue com antecedência.

"Quando o Mauro De Lazzari fez a renúncia do cargo de presidente, desde a ata da assembleia, que exigia a carta de renúncia, até a regularização na Receita acabou demorando mais do que imaginávamos, de modo que somente na terça-feira (18) veio a resposta positiva", afirmou o dirigente.

O dirigente do Rio Branco não escondeu a aflição e a ansiedade sobre a publicação dos nomes no BID da Confederação Brasileira de Futebol, mas sem perder a confiança de que teria (ou terá) um elenco com força máxima para encarar o vice-campeão da temporada passada.

Às 17h52 saiu uma rescisão de contrato envolvendo o Rio Branco, a do goleiro Lucas Macanhan, que vai defender o São Joseense neste Paranaense.

No Rio Janeiro, cidade onde fica a sede da CBF, foi feriado de São Sebastião (data em que os registros históricos apontam para a chegada dos portugueses pela Baía de Guanabara) quinta-feira (21), e isso também pode ter atrasado o processo de publicação.

O Rio Branco desembarcou em Cascavel na quinta-feira (20) e treinou na tarde desta sexta-feira (21). De acordo com a diretoria, o jogador Andrey é o único que ainda aguarda a regularização de uma transferência internacional junto ao futebol dos Emirados Árabes.

ATUALIZAÇÃO:

A equipe do Portal Catve.com voltou a acessar o Boletim Informativo Diário da CBD às 20h10 e nenhum nome do Rio Branco aparece na relação. Caso a regularização não aconteça até às 23h59 a melhor estratégia para o Rio Branco seria não entrar em campo e perder o jogo por W.O, conforme prevê o regulamento específico do Paranaense. Nesse caso a derrota seria por 3 a 0. Entrar em campo com jogadores irregulares geraria uma denúncia ao TJD-PR (Tribunal de Justiça Desportiva) e o clube de Paranaguá poderia perder outros pontos na justiça desportiva.  

Redação Catve.com

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais lidas de Esporte
Últimas notícias de Esporte