Policial

Polícia prende homem acusado de torturar e manter em cativeiro jovem do Paraná

O suspeito, que mantinha um relacionamento com a vítima, teria conhecido a jovem em uma igreja


Imagem de Capa

Foto: Arquivo pessoal

PUBLICIDADE

m homem, acusado de manter uma jovem de Paranaguá, no litoral do Paraná, em cárcere privado sob tortura foi preso pela Polícia Civil nesta quarta-feira (25). O crime teria acontecido no município de Timbó, em Santa Catarina, e o suspeito, que mantinha um relacionamento com a vítima, teria conhecido a jovem em uma igreja.

A prisão aconteceu em uma ação conjunta das Delegacias de Ascurra, Timbó e de São Lourenço do Oeste e aconteceu de forma preventiva. O detido é acusado pelos crimes de tortura, feminicídio tentado e cárcere privado praticados contra a sua companheira.

A investigação iniciou após a vítima dar entrada no hospital OASE, na cidade de Timbó, com múltiplas lesões graves por todo o corpo, na última sexta-feira (20).

Jovem do Paraná deixa cativeiro após ser torturada por homem que conheceu na igreja

Durante as investigações foi possível constatar que a vítima possuía lesões extensas por todo o corpo, tendo a vítima informado que vinha sendo mantida em cárcere privado por aproximadamente três meses e que era torturada de forma continuada por seu companheiro com o uso de barras de ferro, furadeiras, facas, cordas, unhas e dentes.

Em razão da alta intensidade das torturas praticadas pelo companheiro, a vítima possuía grande corte na cabeça, além de apresentar as costelas e uma das pernas quebrada.

Com base no apurado, foi representado ao Poder Judiciário pela prisão preventiva do investigado, sendo o pleito referendado pelo Ministério Público.

Em continuidade às investigações, o suspeito foi localizado pela equipe na cidade de São Lourenço do Oeste, com o suporte das Delegacias da Comarca e Divisão de Investigação Criminal, quando tentava fugir da ação policial da Delegacia de Ascurra.

O investigado ficará preso preventivamente por prazo indeterminado e será encaminhado pela Polícia Civil ao sistema penitenciário catarinense, ficando assim à disposição do juízo criminal da Comarca de Ascurra responsável pela expedição do mandado de prisão.

Banda B

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

Mais lidas de Policial
Últimas notícias de Policial