Após polêmica, Paranhos afasta GMs das funções e abre processo administrativo

Um processo administrativo foi instaurado para apurar a conduta dos guardas durante as prisões de suspeitos

13 de janeiro de 2021 | 16h37 | Atualizado há 3 dias

PUBLICIDADE
Diante do roubo que vitimou uma Guarda Municipal na tarde do último domingo (10), o prefeito Leonaldo Paranhos determinou o afastamento de dois GMs, nesta quarta-feira (13)

Um processo administrativo foi instaurado para apurar a conduta dos guardas durante as prisões de suspeitos do roubo.

O prefeito cobrou celeridade na apuração dos fatos.


SOBRE O CASO

Segundo a Guarda Municipal de Cascavel, a servidora se preparava para sair de casa quando foi surpreendida por dois homens encapuzados e armados.

Na ação os assaltando levaram o carro, celular, notebook, a arma da agente, uma pistola 380, munições e o colete balístico da vítima.

A servidora acionou a Central da Guarda e logo as buscas começaram. Equipes de folga foram chamadas para dar apoio na ação, assim como a Polícia Militar.

Segundo informações a GM chegou à casa dos suspeitos por meio de denúncias, de conversas com vizinhos e pelo rastreador do celular da vítima de assalto.

Dois homens foram detidos, sendo primos, e levados para a Delegacia de Polícia Civil.

A advogada dos envolvidos contesta o trabalho feito pela Guarda Municipal e apresentou vídeos dos dois trabalhando em uma oficina que fica no Bairro Coqueiral no momento em que a Guarda Municipal foi assaltada.

O que aparece nas imagens de vermelho é o morador da residência que foi vasculhada pela GM e foi avisado sobre a movimentação na casa. A advogada afirma ainda que o homem foi agredido pelos guardas. Por outro lado, a Guarda se defende e fala em luta corporal após resistência do morador.
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

NOTÍCIAS RELACIONADAS


VEJA TAMBÉM