Operação da PF fiscalizou dois depósitos e apreendeu 3,5 toneladas de maconha

Traficantes colocaram tabletes em sacos de farinha de trigo e embalagens de vinagre para despistar a polícia

12 de agosto de 2020 | 17h23 | Atualizado há 73 dias

PUBLICIDADE
O delegado da Polícia Federal de Cascavel, Marco Smith, detalhou a operação que apreendeu 3,5 toneladas de maconha em um depósito clandestino, na tarde desta quarta-feira (12), na Rua Sociologia, no Bairro Turisparque.

A PF contou com apoio da Denarc de Foz do Iguaçu para prender em flagrante seis homens envolvidos com a distribuição de drogas na região. A carga interceptada seguiria de Cascavel até Vitória da Conquista, na Bahia, onde seria entregue para traficantes locais. Para despistar a fiscalização, os criminosos esconderam os tabletes em sacos de farinha de trigo e embalagens de vinagre.

Conforme o delegado, os policiais começaram a monitorar o depósito há cerca de três dias e hoje flagraram o carregamento da droga. No local haviam mercadorias recheadas com maconha e outra quantidade separada da droga que seria misturada em outras cargas. Na abordagem, um dos suspeitos tentou fugir, por isso a polícia acredita que ele seja o proprietário da droga.

Um outro depósito, localizado na região do Bairro Country, também foi alvo das diligências da Polícia Federal. Naquele local eram armazenados os produtos que deveriam estar nas caixas que transportavam as drogas. A relação entre os depósitos ainda será investigada.

"Trata-se efetivamente de uma organização criminosa, inclusive com a infraestrutura que eles têm, mas na verdade a investigação está apenas iniciando. Vamos tentar descobrir qual é a total amplitude dessa organização", destacou o Smith.

Entre os presos está o motorista do caminhão que informou ter sido contratado por um aplicativo de fretes. Em depoimento, o homem disse que tinha espaço no caminhão e quando foi contratado não sabia que iria transportar maconha. Por não ter envolvimento com o caso, ele deve ser liberado após prestar esclarecimentos à polícia.

Os demais envolvidos na ação podem responder por tráfico de drogas, com penas de até 15 anos de prisão em caso de condenação.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

NOTÍCIAS RELACIONADAS


VEJA TAMBÉM