Jovem preso por manter a mãe em cárcere privado responderá em liberdade

O estudante de medicina, de 27 anos, teve prisão homologada pelo juiz, mas foi solto após prestar depoimento

02 de julho de 2020 | 14h19 | Atualizado há 36 dias

PUBLICIDADE
O jovem que foi preso em flagrante por manter a própria mãe em cárcere privado, em Foz do Iguaçu, irá responder pelo crime em liberdade, conforme a delegada da Delegacia da Mulher, Mônica Ferracioli.

O estudante de medicina, de 27 anos, teve prisão homologada pelo juiz, mas foi solto após prestar depoimento. A Polícia Civil tomou conhecimento do fato após receber denúncias pelo disque 180 e também através do Ministério Público.

A vítima, de 52 anos, foi encontrada seminua, em uma cama sem lençóis e suja de urina. Ela foi resgatada na segunda-feira (29) e, até esta quinta-feira (02), ainda estava internada no Hospital Municipal de Foz do Iguaçu.

Com autorização da Justiça, a Polícia Civil entrou na casa, no bairro Morumbi, e realizou o flagrante. Encontraram a casa muito bagunçada, com sujeira em vários cômodos e um cheiro forte de urina. As janelas estavam fechadas e cobertas com papel alumínio. Além disso, a mulher aparentava fraqueza e desnutrição. Os hematomas no rosto da mulher foram justificados pelo filho como consequência de quedas sofridas na residência.

A vítima, segundo a polícia, não tem histórico de doenças mentais ou limitações. Ela ouvida após receber alta hospitalar.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM