Padrasto fez adolescentes reféns em Cafelândia após ser chamado de pedófilo

Ele revelou os detalhes de como tudo aconteceu em depoimento na Delegacia da Polícia Civil

04 de dezembro de 2019 | 08h20 | Atualizado há 292 dias

PUBLICIDADE
O homem de 39 anos responsável por fazer reféns os enteados por quase 30 horas segue preso nesta quarta-feira (4) na cadeia pública de Nova Aurora, Oeste do Paraná. Ele afirmou que cometeu o ato porque vizinhos o acusavam de pedofilia, segundo a Polícia Civil

De acordo com a polícia, o homem chegou a unidade prisional por volta das 22 horas de terça-feira (3) depois de ser atendido na unidade de saúde do município de Cafelândia e ser medicado. Ele não reclamava de dores e nem estava com sinais de ferimentos.

Em depoimento, o padrasto contou que era acusado pela vizinhança que ele era pedófilo e abusava sexualmente seus enteados.

Nas declarações, o padrasto dos dois adolescentes de 12 e 14 anos, contou que amarrou as crianças e o interesse era acabar com o que "diziam a seu respeito".

As forças de segurança do Estado acabaram com o cárcere quando invadiram a casa por volta das 18h15, quando tiveram a visão certa para evitar que as vítimas fossem expostas a qualquer tipo de risco.

Armados e com bombas de efeito moral, os agentes do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e também do COE (Comando de Operações Especiais) preparados para situações de riscos, libertaram a jovem de 14 anos e o menino de 12 e prenderam em flagrante o acusado.

Os reféns foram levados ao Hospital, avaliados pela equipe médica, mas também não estavam feridos, apenas com fome e sede.

O Conselho Tutelar irá acompanhar os dois e fará o encaminhamento necessário para atendimento psicológico.

O sequestrador será encaminhado a outra delegacia, por determinação, na região de Foz do Iguaçu.

Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

NOTÍCIAS RELACIONADAS


VEJA TAMBÉM