Greve transporte coletivo: Empresas negam possibilidade de acordo

De acordo com a assessoria por conta da pandemia não é possível fazer negociação salarial com a categoria

24 de setembro de 2020 | 15h21 | Atualizado há 23 dias

PUBLICIDADE
Após a sinalização para greve do transporte coletivo, as empresas informaram que por conta da pandemia não é possível fazer negociação salarial com a categoria.

Confira a nota:

Segundo o representante das empresas do transporte urbano de Cascavel o momento não permite qualquer negociação com os trabalhadores.

Alega ainda que em função da pandemia e do distanciamento social as empresas seguem acumulando prejuízos.
Dos 140 ônibus contratados pelo município, 120 circulam normalmente ou seja 85% da frota. Porém a quantidade de passageiros é de apenas de 40% da demanda usual, o que inviabiliza qualquer tipo de ajuste salarial.

Sobre a paralisação

Os trabalhadores definiram por greve a partir de 1° de outubro, caso não haja acordo do pagamento da data-base de 2019 da categoria. Em ata, ficou definido que se a empresa, bem como o poder público não entrarem em acordo no prazo de 5 dias - válidos a partir de 25 de setembro, os funcionários vão deflagrar a greve por tempo indeterminado.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

NOTÍCIAS RELACIONADAS


VEJA TAMBÉM