Moradores fazem vigília em memória às vítimas de acidente na PR 182

Após as orações, três cruzes foram colocadas para lembrar as três pessoas que perderam a vida no local

24 de outubro de 2020 | 08h40 | Atualizado há 32 dias

Foto: Divulgação
PUBLICIDADE
Moradores de Manfrinópolis de uniram em oração no final da tarde de sexta-feira (23), pelas vítimas dos últimos acidentes que aconteceram na rodovia PR 182, no perímetro urbano do município.

Após o ato clamando por misericórdia, com a presença do padre e pessoas da comunidade, três cruzes foram colocadas no local em memória às três pessoas que perderam a vida somente no mês de outubro.

O primeiro registrado neste mês ocorreu no dia 3 e envolveu um caminhão emplacado no Rio Grande do Sul que estava carregado com amido de milho saiu da pista, desceu a ribanceira e capotou muito próximo de uma residência. Um casal que estava no caminhão morreram no local.

O outro acidente aconteceu no mesmo local na última quarta-feira (21) e envolveu um caminhão de Pato Branco que descia a serra e acabou capotando, atingindo parcialmente uma residência as margens da rodovia. O motorista também morreu no local.

Por se tratar de uma serra muito perigosa, entre 2018 e 2020, 14 acidentes foram registrados neste trecho.

Representantes buscam solução para a rodovia

Na manhã de quinta-feira (22) aconteceu uma reunião na sede do DER em Francisco Beltrão com a participação do prefeito de Manfrinópolis, representantes da comunidade, Polícia Rodoviária Estadual e DER para discutir a situação da rodovia.

Na reunião foram discutidas algumas possibilidades de diminuir os acidentes ou evitar que eles aconteçam como instalação de radares ou lombadas eletrônicas, ou até mesmo lombadas na pista para alertar os motoristas para que reduzam a velocidade, devido ao trecho sinuoso e em declive.

Foi sugerido inclusive banners as margens da rodovia informando que no local foram registrados tantos de acidentes (com número de mortes) para alertar os motoristas que entrem em velocidade reduzida devido ao perigo da serra.
PP News
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM