Novo portal reforça a proteção de crianças contra a violência

No Paraná, de janeiro a agosto deste ano foram registradas pelo Disque Denúncia 1.168 denúncias

22 de outubro de 2020 | 10h31 | Atualizado há 43 dias

PUBLICIDADE
A Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho lançou nesta quarta-feira (21) o portal da Força-Tarefa Infância Segura (Fortis), com o intuito de divulgar e ampliar a rede de proteção à infância no Paraná, envolvendo diversas áreas como da saúde, segurança, educação e assistência social.

O secretário da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, também apresentou o mapa de georreferênciamento da Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente no Estado, que estará disponível no portal http://www.infanciasegura.pr.gov.br.

"Com esse portal vamos informar à população que existe uma rede nas diversas áreas para o atendimento e proteção de nossas crianças e adolescentes. Ele disponibilizará informações sobre serviços e os canais de denúncia para que as pessoas possam recorrer com o foco na proteção à infância", explicou o secretário.

O chefe do Departamento de Justiça e coordenador da Fortis, Silvio Jardim, destacou que a temática das crianças e do adolescente é número um na gestão. ?A interlocução com todos os órgãos é fundamental para fortalecer a rede de proteção e desenvolver ações para coibir todo e qualquer tipo de violência contra crianças?.

O delegado da Polícia Federal e ex-coordenador da Força-Tarefa, Felipe Hayashi, reforçou que objetivo da plataforma é que a população possa acompanhar o andamento das ações da força-tarefa, disponibilizar todos os canais de denúncia e os serviços da rede de proteção. ?Este trabalho vem com objetivo de ampliar o canal de comunicação com a população?.

CAMPANHA - A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho lançou também a campanha ?Não cale sua voz?, para coibir o aumento de casos de violência doméstica contra a criança e o adolescente em tempos de pandemia e isolamento social. ?O objetivo principal da campanha é estimular a denúncia e romper o silêncio sistêmico com relação a esse problema que aumentou durante o período de isolamento social?, explicou o secretário Ney Leprevost.

A campanha desenvolvida a partir de uma demanda do Comitê Intersetorial Protetivo da Covid-19, encaminhada à Força-Tarefa Infância Segura, tem o intuito de promover a interação com as famílias e falar diretamente com a criança e o adolescente que são vítimas de violência.

No Paraná, de janeiro a agosto deste ano foram registradas pelo Disque Denúncia 1.168 denúncias relacionadas à violência contra crianças e adolescentes.
AEN-PR
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM