Com a pandemia, agências de turismo precisam se reinventar

Com foco no turismo regional o crescimento nas vendas nesses seis meses chega até a 40%

22 de setembro de 2020 | 19h35 | Atualizado há 31 dias

PUBLICIDADE
Diante de todo o impacto provocado pela pandemia do coronavírus, o setor do turismo está entre os primeiros que sentiram a crise bater à porta e figura entre os mais prejudicados.

E as estimativas da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), não são nada animadoras. Segundo os estudos, o setor é o que mais vai demorar para se recuperar da recessão deste ano, devendo retornar ao patamar pré-crise somente em 2023. Mas, muitas empresas não desanimaram e aproveitáramos o momento desafiador para se reinventarem.

E indo na contramão da crise, as agências de turismo de Cascavel resolveram inovar durante a pandemia e focaram no turismo regional que teve uma média de crescimento de 40% nas vendas.

A Cristiani, por exemplo, aproveitou o cenário para fazer treinamentos com as equipes, buscar novos fornecedores, conhecer os destinos que venderiam e abrir novos horizontes.

Focando nas viagens mais curtas com destinos aqui na região mesmo ao invés de demitir, nesses seis meses ela aumentou o quadro de funcionários.

Na agência da Suely também houve crescimento superior a 40% nas viagens regionais.

Além disso os pacotes internacionais e nacionais já são procurados. Nos últimos dias, por exemplo, a média tem passado dos 30%. E já há contratos fechados para o ano que vem.
EPC
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM