Trânsito

Adolescente comprou veículo para fazer entrega de lanches, diz madrinha de uma das vítimas

Abalada, ela comentou que os rapazes eram pessoas boas


A morte dos dois adolescentes em grave acidente de trânsito no bairro Guarujá em Cascavel, na noite de terça-feira (20), causou comoção.

Elis Borguesan é auxiliar administrativo e madrinha de Carlos Eduardo, uma das vítimas do acidente.

Abalada, ela falou sobre os adolescentes de 16 e 17 anos que iam com frequência na casa em que mora para visitar o filho. Ela conta que eles eram meninos bom e trabalhador e estiveram na última terça-feira juntos.

De acordo com Elis, Carlos Eduardo comprou a bicicleta nesta semana para poder trabalhar com entrega de lanches. Com a morte de Carlos Eduardo Moura e William Lacerda, ela comenta sobre o sentimento de dor que é pior para os familiares.

"Dor é triste para a família, pai, mão, irmão. Eu sou madrinha, mas para a família é pior".

O acidente aconteceu no cruzamento das ruas Samambaias com a Açucenas. Conforme informado à reportagem, os adolescentes estavam em uma bicicleta motorizada e foram atingidos pelo coletivo que faz a linha Guarujá Sul/Sudoeste

Eles ficaram presos embaixo do ônibus e os socorristas e médico do Siate puderam apenas constatar o óbito. Segundo o perito, o ônibus arrastou os dois jovens por 20 metros.

De acordo com a Polícia Militar, o veículo se trata de uma motocicleta, que, conforme a nota, era modificada. "[...] A motocicleta era modificada (bicicleta com motor) e sem registro sendo que avançou a preferencial da via e colidiu com um Ônibus do Transporte Coletivo que nenhum ocupante ficou ferido [...]".

Nas imagens é possível ver a motocicleta completamente destruída e ao lado dela ficou o boné de uma das vítimas. O banco foi arrancado, o guidão retorcido e as duas rodas tortas.

Os corpos das vítimas foram encaminhados ao IML (Instituto Médico Legal) de Cascavel.

Redação Catve.com

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais lidas de Trânsito
Últimas notícias de Trânsito