Agro

Produtores de Palotina buscam alternativas para escoar milho

Com as explosões na cooperativa, a logística de estocagem de grãos precisou ser alterada


Imagem de Capa

A tragédia na unidade de recebimento e armazenamento de grãos de Palotina foi registrada em um período de colheita do milho safrinha e a agricultura precisa encontrar meios para não frear o escoamento da produção. 

Os produtores não param. O agro não para e com o tempo colaborando é preciso realmente aproveitar cada minuto. 

A estrutura destruída é importante para o escoamento da produção e com ela interditada o jeito tem sido contar com o apoio de 15 condomínios de grãos particulares.

Os quatro barracões da cooperativa C.Vale estavam com 50 mil toneladas de grãos no momento das explosões. 

Em nota a C.Vale disse que o milho safrinha colhido pelos cooperados está sendo redirecionado para outras 15 unidades de recebimento da cooperativa em Palotina e região, sem prejuízo aos produtores, mas foi evasiva ao ser questionada se a nova logística aumenta ou não os custos do agricultor. A estocagem não chega a ser uma grande preocupação agora, mas para o futuro sim, porque o milho é a base de uma cadeia produtiva. 

Confira a matéria completa:

JC1

PUBLICIDADE

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

Mais lidas de Agro
Últimas notícias de Agro