Cotidiano

'A gente está em desespero,' diz irmã do adolescente que desapareceu no açude em Cascavel

Silvoney Inocêncio Borba da Silva nadava no açude com outra criança que foi salva


Foto: Catve

PUBLICIDADE

Ana Paula Borba da Silva, irmã do adolescente que desapareceu em açude falou na tarde desta segunda-feira (24) que a família da vítima está em desespero.

O jovem Silvoney Inocêncio Borba da Silva, 15 anos, e uma criança nadavam no momento em que atingiram um ponto mais fundo e se afogaram. A menina conseguiu ser socorrida por um adulto, mas o menino afundou e não foi mais visto.

O açude é localizado em área rural próximo a BR 277, perto do assentamento Valmir Mota em Cascavel.

Desde ontem ambulância, equipe de mergulho e médico do Corpo de Bombeiros foram acionados e fazem buscas para localizar a vítima, no entanto a água turva e a profundidade de mais de 10 metros dificultam a localização. 

A irmã da vítima contou que a família está aflita, pois são quase 24 horas que o menino desapareceu. "Já vai fazer 24 horas que o corpo está dentro da água. A nossa família quer ver ele, quer velar, colocar em um lugar tranquilo para ele descansar," disse a jovem.

Ela ainda falou que agora as equipes vão esvaziar o açude, pois tem pouca água no local e o garoto já é a terceira vítima de afogamento no espaço.

Ana disse que o irmão era um bom menino. "Ele era incrível, um amor de pessoa, educado, todo mundo gostava dele. Ele tinha 15 anos com a mente bem madura", contou.

A família passava por alguns problemas e de acordo com a irmã ele sempre ajudava como podia. "Ele tinha um sonho de ser jogar, ele estudava nas escolinhas, treinava aqui sozinho".

A irmã explicou que no primeiro momento do afogamento, ela e o marido achavam que os dois estavam brincando e quando percebeu o homem foi ajuda-los.  "Meu marido conseguiu salvar ela, de primeira vista a gente achou que ele estava brincando".


Redação Catve.com

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais lidas de Cotidiano
Últimas notícias de Cotidiano