Curitiba

Assassinato de transexual em Curitiba está ligado a disputa de drogas

Investigação concluída pela Polícia Civil identificou a relação com o tráfico

12/08/2020 14h52 | Atualizado em 12/08/2020 15h01
A Polícia Civil do Paraná concluiu dois inquéritos policiais que apuravam um assassinato e duas tentativas de homicídio, ambos ocorridos em janeiro deste ano, no centro de Curitiba. Quatro integrantes de uma associação criminosa foram presos durante as investigações.

Um dos crimes é contra a transexual Jussara Pires da Silva, de 55 anos. O homicídio aconteceu no dia 11 de janeiro deste ano, na pensão em que a vítima era dona. Um indivíduo teria entrado no local sob pretexto de alugar um quarto e atirou em Jussara.

A tentativa de homicídio contra um homem, de 41 anos, e uma mulher, de 52, ocorreu no dia 27 de janeiro de 2020. O alvo dos criminosos era apenas o homem. Ele estava na estação-tubo na rua Alferes Poli, quando foi alvejado por quatro disparos de arma de fogo. A mulher estava dentro de um ônibus que passava pela canaleta, e acabou sendo atingida de raspão.

Ambos os crimes estão ligados com o tráfico de drogas, devido a uma disputa por pontos de venda dos entorpecentes.

PRISÕES - Por meio da análise de câmeras de segurança, os policiais civis identificaram os integrantes do grupo criminoso. Dois foram presos no dia 3 de março deste ano, durante uma operação da PCPR. Um homem suspeito pelo assassinato de Jussara foi preso no dia seguinte.

Outro suspeito foi capturado no dia 6 de agosto deste ano, no bairro Alto da Rua XV, na capital paranaense. Ele estava com 3,7 quilos de drogas, R$ 21,9 mil reais em dinheiro, arma e munições.

Além do mandado de prisão pelos crimes, o homem foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.