Mundo

Cascavelense que mora na Itália fala sobre os 17 dias de isolamento

Valdirene Borghetti diz que medidas são rígidas e há restrições até para ir ao supermercado

26/03/2020 21h03 | Atualizado em 26/03/2020 21h58
A cascavelense Valdirene Borghetti Garcia mora no norte da Itália, na Província de Trento, e conta como está a situação no país.

Por meio de vídeo ela fala aos brasileiros sobre a eficácia da quarentena e pede para que população fique em casa.

No relato Valdirene conta sobre a situação complicada por causa do contágio pelo novo coronavírus.

Segundo ela, a quarentena obrigatória iniciou no dia 10 de março e segue até o dia 3 de abril, prazo que pode ser prorrogado.

Valdirene explica que cada vez mais as medidas são restritivas para evitar o contágio, como por exemplo apenas uma pessoa por família no supermercado, proibição de passeios, medidas de segurança. Também há punições para quem desrespeita, como a aplicação de multa.

Ela ainda relata, que há três dias começaram os reflexos positivos da quarentena com a diminuição do contágio e mortes.

O pedido que ela deixa aos brasileiros é que fiquem em casa, pois na Itália só funcionou quando houve o isolamento social. O apelo se estende às classes de risco, como idosos, hipertensos, diabéticos e pessoas com problemas respiratórios crônicos, e ressalta que não são apenas idosos que estão perdendo a vida por causa do vírus.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.