Policial

Advogado do suspeito de matar cachorro em Cascavel se manifesta por nota

No momento ele pede cautela, pois o acusado ainda não foi ouvido pela justiça


Foto: Catve

PUBLICIDADE

Ricardo Augusto Bantle, advogado de defesa do médico preso suspeito de agredir o cachorro a pauladas dentro do apartamento em Cascavel, emitiu uma nota na tarde de terça-feira (11) onde diz que em breve vai se manifestar para esclarecer o caso.

No texto ele pede "cautela" e que os fatos serão esclarecidos. 

Nota no advogado:

"Como Advogado do Médico envolvido nesse caso de grande repercussão, informo que muito em breve iremos esclarecer os fatos e combater as falsas notícias, versões, boatos e comentários a respeito dos fatos. Nesse momento pedimos cautela na divulgação de informações e formação de opinião fundadas, exclusivamente, nos boatos publicados. A repercussão e proporção que os fatos estão tomando exigem, por si só, ponderação na divulgação de informações e opiniões, pois o acusado sequer foi ouvido pela justiça".

Sobre o caso:

Um médico de 30 anos foi preso pela equipe da Polícia Militar após denúncias de agressão a um animal. A situação foi registrada na noite de segunda-feira (10) na Rua São Luís no Bairro Cancelli, em Cascavel.

Vizinhos ouviram os latidos do animal durante a agressão e chamaram a polícia. De acordo com a PM no local o detido contou aos militares que se estressou com o cão que fez xixi fora do lugar, e que deu uma chinelada. Vídeos foram entregues à polícia e mostram o choro do bicho enquanto a polícia se deslocava. O corpo do animal não estava no apartamento durante a prisão e segundo o tutor, o cachorro foi levado a um veterinário, mas não sobreviveu.

A Polícia Civil entrou em contato com a clínica que atendeu o animal e confirmou a morte do cachorro da raça Spitz Alemão preto. O homem foi preso e encaminhado a Delegacia da Polícia Civil. Laudos vão comprovar a causa da morte do filhote. 

Redação Catve.com

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mais lidas de Policial
Últimas notícias de Policial