Delegado diz que chance de encontrar casal desaparecido com vida é remota

Buscas se estende por 10 dias e não há pistas ou endereços que eles possam estar

13 de agosto de 2020 | 15h46 | Atualizado há 35 dias

PUBLICIDADE
Já são 10 dias à procura do casal de Goioerê, Kauany Cleve de 23 anos e o esposo Rubens Biguett, de 29 anos, que desapareceu misteriosamente no Paraná.

Os dois estavam na noite de segunda-feira, dia 3 de agosto, na casa em que viviam, quando o bebê deles de quatros meses foi abandonado na frente da casa de um morador da cidade e desde então a única pista concreta foi o carro incendiado - o Honda Civic, na região de Moreira Salles cidade a 30 quilômetros de onde os dois viviam.

Em conversa com o delegado da Polícia Civil, Hélio Nunes, ele afirma que o casal ser encontrado com vida é algo remoto. "Até é possível. Mas uma possibilidade muito remota isso", descreve.

A Polícia Civil não encontrou no automóvel nenhum vestígio de corpo carbonizado, mas o ponto onde foi queimado tem uma vasta área de mata e por lá se concentram as buscas com cães farejadores e também equipes de várias regiões auxiliam na procura.

Os dois tinham recebido ameaças e acredita-se que o sumiço possa estar relacionado com vingança.

Denúncias podem ser repassadas pelo 190 e 197 de forma anônima e gratuita.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

NOTÍCIAS RELACIONADAS


VEJA TAMBÉM