Presos por roubo eram investigados por outros crimes patrimoniais, diz delegada

Operação do GDE foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (05) e três foram presos

05 de junho de 2020 | 09h04 | Atualizado há 142 dias

PUBLICIDADE
A delegada de Polícia Civil de Cascavel, Anna Karyne Turbay Palodetto, detalhou à imprensa, na manhã desta sexta-feira (05), a operação do GDE (Grupo de Diligências Especiais), que culminou no cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão e quatro de prisão preventiva contra envolvidos com roubos.

As buscas foram no Bairro Universitário, na região Sul de Cascavel, com o objetivo de localizar materiais levados no roubo ocorrido em 30 de Abril, no Bairro Gramado. Além de pertences, um veículo Honda Civic - que ainda não foi localizado - também foi roubado pelos criminosos.

Durante as buscas, foram cumpridos três mandados de prisão contra suspeitos de 18, 19 e 20 anos, sendo que um deles permanece foragido.

Conforme a delegada, além do roubo, o grupo de suspeitos já estava sendo investigado por um furto qualificado com arrombamento, por isso as investigações foram alinhadas.

As diligências culminaram, inclusive, com a prisão de um foragido da carceragem da 15ᵃ SDP (Subdivisão Policial). Contra ele havia um mandado de prisão por crimes patrimoniais, como roubo e furto, além de tráfico de drogas. Na casa em que ele foi localizado, no Bairro Melissa, a polícia apreendeu 20 buchas de cocaína.

Os três presos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil. "Nós sabemos que o crime patrimonial, perincipalmente o roubo, traz consequências graves, e o nosso comprometimento é estar elucidando para futura responsabilização dos autores. E o grupo está incansável neste intuito", afirmou Palodetto.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

NOTÍCIAS RELACIONADAS


VEJA TAMBÉM