Morador de Santa Tereza perde trator ao sofrer golpe em site de compra e venda

Comprador utilizou do nome de uma pessoa que morreu há mais de quatro anos para aplicar o golpe

05 de agosto de 2019 | 18h28 | Atualizado há 374 dias

PUBLICIDADE
Um morador de Santa Tereza do Oeste teve um prejuízo de mais de 60 mil reais após cair em um golpe. Estelionatário se passou por comprador da máquina colocada à venda em um anúncio no site OLX.

Nossa equipe conversou com a filha da vítima. Valéria contou que o trator era negociado pois o pai com problemas de saúde vendia o maquinário para que pudesse comprar um terreno e se mudar para a cidade onde a filha mora, em Navegantes/ SC. Ela disse que o anúncio era no valor de R$ 62 mil, mas o negócio foi fechado por R$ 60 mil com o suposto comprador.

"Nós anunciamos o trator TL Azul, Ano 2013 na plataforma, e o homem, que se identificava como José, entrou em contato e relatou que enviaria o seu funcionário até a propriedade do meu pai para ver o trator. O funcionário veio, tirou algumas fotos e relatou que seu patrão iria entrar em contato. Dois dias depois José entrou em contato com meu pai, e após muita conversa acertaram a venda com R$ 2 mil a menos do valor inicial." relatou Valéria.

Após o fechamento do preço, o comprador começou a inventar algumas desculpas para ir buscar a máquina e depositar o dinheiro, até mesmo foto foi enviada dizendo que o funcionário estava internado.

Após muita conversa, o farsante encaminhou para vítima um comprovante de transferência bancária no valor combinado. No dia seguinte um guincho contratado pelo estelionatário buscou o trator.

"Ele foi com um guincho, com placas de Cascavel, colocou em cima e disse que levaria para Barracão, no entanto segundo o que foi apurado o trator foi levado para uma cidade do Rio Grande do Sul e deixado em um lava car, onde outro guincho, com placas de Curitiba, acabou carregando o veículo."

Na Agência Bancária as vítimas descobriram que foram enganados ao notar que o cheque depositado na conta não foi compensado. "Havia um erro na assinatura". De acordo com as informações, o cheque pertence a uma empresa e desde então o comprador desapareceu.

Após o golpe, as vítimas foram até a Delegacia de Cascavel para registrar um Boletim de Ocorrências sobre o caso. O guincheiro que fez o transporte do trator recebeu apenas metade do valor combinado e também não conseguiu mais contato com o golpista.

Eles descobriram por meio da polícia que o nome utilizado para comprar a máquina é de um homem que morreu há mais de quatro anos no Rio Grande do Sul.

A Polícia investiga o caso.

"Espero que nosso caso seja um alerta para a comunidade para que mais pessoas não caiam no mesmo golpe" finalizou Valéria.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM