Imagens mostram destruição em local de acidente com duas mortes na BR 277

Homens fazem a retirada da carga de soja que ficou espalha às margens da rodovia

19 de setembro de 2020 | 11h11 | Atualizado há 32 dias

PUBLICIDADE
Os estragos da tragédia na BR 277, em Cascavel, são ainda mais visíveis nesta manhã de sábado (19), região Oeste do Paraná.

A carreta envolvida segue tombada e é possível perceber a dimensão do que foi a batida, com explosão que terminou com a morte do casal Jean Carlos Borga e Silvia Urbanek, ambos de 40 anos.

Vários homens trabalham para retirar a carga de mais de 20 toneladas de soja que se espalharam durante o capotamento. Na frente da cabine da carreta os ferros retorcidos do Kia Sorento onde estavam o casal.

As câmeras de segurança mostram o Kia Sorento, seguindo pela rodovia por volta das 20h47, e ao ser fechado por um Fiat Uno, saiu da pista e bateu de frente com o caminhão, que seguia sentido a Curitiba. Na sequência um Chevrolet Cruze também se envolveu na batida.

Os corpos das vítimas ficaram presos às ferragens e foram carbonizados. O Corpo de Bombeiros demorou pelo menos quatro horas para conseguir remover os dois dos destroços.

A remoção do caminhão deve ser feita ainda na manhã deste sábado (19).
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM