Cascavel

Itaipu e parceiros levam tecnologia e inovação para o Show Rural Coopavel 2019

Visitantes poderão participar de palestras e oficinas sobre temas ligados à agricultura sustentável

04/02/2019 21h04 | Atualizado em 04/02/2019 21h06
Fotos: Alexandre Marchetti / Itaipu Binacional
Três grandes domos brancos abrigam a estrutura da Itaipu Binacional e dos parceiros na 31ª edição do Show Rural Coopavel, que começou nesta segunda-feira (4) e segue até o dia 8 de fevereiro, em Cascavel. A área de mais de 700 metros quadrados, quase três vezes maior que o espaço ocupado pela usina em anos anteriores, chama a atenção pelo formato inovador. Ali, os visitantes encontram demonstrações de tecnologias e projetos de Itaipu, Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Centro Internacional de Energias Renováveis - Biogás (CIBiogás), Programa Oeste em Desenvolvimento (POD) e Programa de Mobilidade Elétrica Sustentável.

A nova estrutura do estande, que será levada a outros eventos, é mais leve, espaçosa e resistente, além de ter uma montagem mais rápida e prática. A preocupação com a sustentabilidade, marca da empresa binacional, também está presente: neste ano, os materiais impressos foram trocados por painéis LED, com impacto ambiental reduzido."O Show Rural é o primeiro grande evento do ano e a Itaipu faz questão de participar trazendo todas as suas tecnologias e inovações, afinal, é aqui que podemos mostrar ao produtor pesquisas que trarão benefícios ao seu dia a dia", comentou Gilmar Secco, assistente da Diretoria de Coordenação.

Três domos
No primeiro domo, os visitantes podem assistir a vídeos e descobrir curiosidades sobre a Itaipu em três grandes painéis de LED. Também podem receber informações sobre o Índice de Qualidade Participativo do Sistema Plantio Direto (IQP), um software desenvolvido em pareceria entre Itaipu, PTI e Federação Brasileira do Plantio Direto para avaliar o grau de sustentabilidade da agricultura do Oeste do Paraná. Em outro telão de LED, estão disponíveis algumas ações do POD.

O segundo domo abriga um auditório com capacidade para 80 pessoas, onde ocorrem reuniões, palestras e workshops ao longo de toda a semana. Nas laterais, é possível ver um modelo do Twizzy elétrico e a árvore solar digital, que utiliza a energia solar captada pelas placas para carregar celulares e fornecer internet via wi-fi.

Por fim, o terceiro domo é composto por um pequeno local para reuniões, um espaço de realidade virtual - onde, com óculos 3D, os visitantes podem fazer um "tour" pela Itaipu -, e áreas dedicadas às inovações tecnológicas do PTI e do CIBiogás. Um dos equipamentos apresentados é o Sistema de Monitoramento de Estações Meteorológicas (SMEC2), lançado recentemente pelo PTI em parceria com a Itaipu e o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar).

Atrações
Sempre um dos maiores chamarizes do estande da Itaipu, o veículo elétrico modelo Twizzy encanta adultos e crianças - e todo mundo quer fazer uma foto no carro. A Jaqueline Furlan levou os filhos Brian e Breno para ver o carro. Eles se encontraram com os amigos Gustavo e Breno, filhos de Jaqueline Rocha, e se esforçaram para caber todos dentro do veículo ao mesmo tempo. Breno foi certeiro: "meu sonho é ter um carro igual a esse".

As mães mal conseguiam acompanhar a empolgação dos garotos, que corriam para um lado e para o outro, fazendo perguntas e aproveitando as atrações do estande. "A gente vem todo ano ao Show Rural e é sempre uma surpresa. Sempre tem alguma coisa nova", contou Jaqueline Furlan.

O agricultor Rozivaldo Dias entrou no estande e já foi direto para a visita virtual. "Já conheço a usina, fiz a visita especial e fui até lá dentro. Mas aqui a gente vê lugares diferentes, né? Lugares que ninguém pode visitar", contou empolgado. Ele foi atraído ao estande pela tecnologia do biogás e confirmou participação nas palestras que acontecerão ao longo da semana.

Plantio direto, energia solar e clima
O PTI traz novidades em sua área, dentro do estande da Itaipu. Entre elas, uma plataforma online que será lançada em breve e que monitora a qualidade do plantio direto. O analista ambiental do PTI, Cássio Wanscheer, explicou que a intenção é fazer um cadastro dos proprietários rurais que desejam avaliar e melhorar a qualidade do plantio direto. "Mostrar como está a situação atual e até onde ele pode chegar com base em princípios básicos para melhorar a sua pontuação no Índice de Qualidade Participativo (IQP)", complementou Cássio.

Limpa e cada vez mais acessível, a energia solar fotovoltaica também, é um dos destaques. Durante o evento, os visitantes podem consultar gratuitamente o potencial solar de sua propriedade, residência ou empreendimento. O simulador utiliza como base os dados disponibilizados pelo Atlas de Energia Solar do Estado do Paraná, projeto resultado de uma parceria entre o Parque, a Itaipu, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

O PTI espalhou pelo Show Rural sete sensores que monitoram em tempo real o clima em diferentes pontos do evento, para demonstrar o Sistema de Monitoramento Climático (SMEC2). Desenvolvido em parceria com a Itaipu, o SMEC2 reúne dados de 105 estações meteorológicas do Estado e pode auxiliar produtores rurais a melhorar sua produtividade e a coleta de dados de variáveis ambientais.

Produção de biogás
A principal atração do CIBiogás no estande da Itaipu é o biodigestor em escala doméstica. No decorrer da feira, o equipamento será alimentado com parte dos resíduos orgânicos gerados pela arena gastronômica do Show Rural. A intenção é que o público possa acompanhar em tempo real todo o processo de biotransformação dos resíduos em biogás, elemento que pode dar origem ao biometano e a biofertilizantes.

Além do biodigestor, o público poderá conhecer de perto o carro movido a biometano. O automóvel circula diariamente com combustível gerado por meio do aproveitamento das sobras de alimento dos restaurantes de Itaipu. Este biometano abastece em média 80 veículos utilizados pelos colaboradores da usina hidrelétrica, emite 90% menos poluentes e rende o equivalente a 1,3 litro etanol ou 0,92 litro de gasolina.

Programação
A programação de eventos no estande da Itaipu começou na tarde de segunda-feira (4). O Programa Cidades Sustentáveis reuniu os representantes dos 54 municípios participantes. Já os participantes do Projeto Encontros e Caminhos fizeram um alinhamento da agenda anual.

Na terça-feira (5), às 9h, o público poderá participar da palestra "Valorização Agronômica e Energética de Resíduos Orgânicos", com a professora Mônica Sarolli, coordenada pelo CIBiogás. Em seguida, serão realizadas três reuniões fechadas com parceiros do POD: do Conselho de Sanidade Agropecuária do Oeste, da Câmara Técnica do Frango e das secretarias de Agricultura dos municípios da Região Oeste do Paraná.

Na tarde de quarta-feira (6), o público poderá participar de uma palestra sobre "O potencial da energia solar no agronegócio", às 13h; e da oficina "Show de Plantas: Conhecendo as Plantas Medicinais", às 16h30.

O CIBiogás apresenta, na quinta-feira (7), às 9h, o livro "Energias Renováveis na Região Sul do Brasil". Em seguida, oferece ao público três palestras, apresentando o projeto Microgrid (10h30), o projeto ERNEX (11h) e o projeto Toledo (11h30). À tarde, o tema é aquicultura: às 14h, Celso Buglione apresenta palestra sobre bioflocos e, às 15h30, Elias Nunes fala sobre Melhoramento Genético da Tilápia.

O lançamento do livro infantil "O Mistério do Ribeirão Vermelho", sobre conservação de solos e plantio direto, às 13h30, é o principal evento da sexta-feira (8), e deve contar com a presença da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, e do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Jr.

Antes, às 10h, uma oficina vai abordar o tema das plantas alimentícias não convencionais: "PANC! O que é isso? Dá para comer??. Em seguida, às 11h, o público poderá conhecer mais informações sobre plantas medicinais, em palestra ministrada por técnicos da Itaipu. Às 13h, o estande se enche de música com a apresentação do projeto Viola Lindeira com Ricardo Denchuski.

A Itaipu
Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, mais de 2,6 bilhões de MWh. Em 2016, a usina brasileira e paraguaia retomou o recorde mundial anual de geração de energia, com a marca de 103.098.366 MWh. Em 2018, a hidrelétrica foi responsável pelo abastecimento de 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 90% do Paraguai.

assessoria



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.