Cotidiano

Atendimentos à saúde são afetados pela greve dos enfermeiros em Cascavel

Falta de materiais esterilizados para consultas odontológicas e nas UPAs são os primeiros reflexos


Imagem de Capa

Foto: Catve

A greve dos enfermeiros em Cascavel completou, nesta quarta-feira (29), nove dias. A categoria iniciou a paralisação na terça-feira (21) da semana passada e os reflexos já são vistos no atendimento aos pacientes.

Com o número reduzido de técnicos de enfermagem, a central de esterilização dos materiais utilizados durante as consultas não está conseguindo atender todas as demandas. Assim, os atendimentos odontológicos, por exemplo, foram afetados por falta de material esterilizado.

Segundo o Sismuvel (Sindicato dos Servidores e Funcionários Público do Município de Cascavel), o trabalho é realizado, entretanto, em um volume bem menor do que o ideal. Do quadro total de trabalhadores do setor de esterilização, apenas 30% estão cumprindo com a carga horária do serviço.

Além disso, também falta material de sutura o que compromete o atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Matérias relacionadas

Confira a matéria completa no vídeo:


JC

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

Mais lidas de Cotidiano
Últimas notícias de Cotidiano