Cotidiano

Conheça a história do Padre Algacir Munhak, nomeado Bispo pelo Papa Francisco

Ordenado Padre em agosto de 1996, ele completa 26 anos de sacerdócio em 2022


Imagem de Capa

Foto: Catve

A Equipe da Catve foi até São João D'oeste para conhecer as origens do padre e agora, Bispo de São MIguel Paulista, Algacir Munhak.

Dona Joana, mãe do Padre Algacir Munhak, chegou ao distrito de São João quando tinha quatro anos. Cascavel era ainda encruzilhada. Com 86 anos ela jamais saiu daqui. Movida pela fé, em tempos difíceis, foi em São João do Oeste que criou todos os filhos. O pai do Padre Algacir faleceu em maio de 2004.

A notícia foi uma surpresa grande para a mãe, que não sabia dessa nomeação. 

Dona Joana vive com a neta Ana Paula. Foi ela quem viu a publicação da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil do Brasil. 

A mãe até queria ter um filho Padre. Incentivou o filho mais velho, e admite que nunca imaginou que esse filho seria o mais novo. Com 13 anos ele fez o estágio vocacional em São Miguel do Iguaçu, em dezembro de 1979 e três meses depois ingressou no Seminário São Rafael, em Casca-RS. 

Para a comunidade ter um padre já era motivo de muito orgulho, um bispo então, sem palavras para descrever esse momento. O momento é de celebração porque a ligação dele com a capela Nossa Senhora de Fátima é muito forte até hoje.

O pai de dona Joana tinha origem polonesa e ela acredita que por ele ser bastante religioso, orava em polonês, seja um dos responsáveis pela missão do filho, que desde muito cedo frequentava a igreja. E apesar da idade ainda se lembra de algumas orações que faziam em língua estrangeira. 

Confira a matéria completa:

EPC

** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

Mais lidas de Cotidiano
Últimas notícias de Cotidiano