Justiça autoriza exumação de corpos trocados em Foz do Iguaçu

Caso aconteceu quando duas pessoas morreram ao mesmo tempo dentro do hospital, um homem e uma mulher

24 de setembro de 2020 | 14h49 | Atualizado há 28 dias

PUBLICIDADE
Após a denúncia de troca de corpos dentro do Hospital Municipal de Foz do Iguaçu, a justiça autorizou o pedido de exumação e retirada do corpo de Maria de Rosa Carvalho do Cemitério Municipal da cidade.

"Não há, no presente caso, como se afastar a legitimidade da requerente ante a existência de parceria com funerária Paraguaia para o encaminhamento do cadáver para sepultamento no país vizinho, e porque o sepultamento equivocado teria se dado a partir do gerenciamento de cadáveres, seja das funerárias parceiras ou pelo próprio hospital".

A situação aconteceu na sexta-feira (18) quando duas pessoas morreram ao mesmo tempo dentro da unidade, um homem e uma mulher.

A mulher deveria ter sido enterrada no Paraguai, onde moram seus familiares, mas quando a funerária do país vizinho chegou para buscar o corpo, encontrou no lugar apenas o corpo do homem, Vitor Fernandes. A mulher já havia sido enterrada no lugar dele, em Foz do Iguaçu.

O Hospital Municipal informou que está investigando para saber onde aconteceu o erro, se foi dentro da própria unidade ou se foi um erro do serviço funerário da cidade, que faz a liberação dos corpos.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

NOTÍCIAS RELACIONADAS


VEJA TAMBÉM