Secretário da Saúde do Paraná destaca avanços dos 30 anos do SUS

Ele destacou projeto pioneiro direcionado ao idoso, que está sendo implantado no município de Irati

19 de setembro de 2020 | 15h18 | Atualizado há 31 dias

Foto: SESA
PUBLICIDADE
O secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, lembrou hoje (19) os 30 anos da regulamentação do Sistema Único de Saúde, por meio da Lei n° 8080, de 19 de setembro de 1990. "A lei normatizou o SUS, estabelecendo as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, sob os pilares da universalidade, integralidade e equidade, num sistema reconhecido como um dos maiores e melhores do mundo", ressaltou o secretário, que foi o primeiro Ouvidor formalizado do SUS.

?O Sistema Único de Saúde representa uma grande conquista pública do País, englobando atenção básica, média e alta complexidade, urgência e emergência, vigilância epidemiológica, ambiental e sanitária e assistência farmacêutica; o SUS realiza desde o simples atendimento para aferição da pressão arterial até as mais complexas cirurgias, como de transplante de órgãos, onde o Paraná se destaca como o Estado que mais realiza este tipo de procedimento?, disse Beto Preto.

Os princípios e diretrizes do SUS, dispostos na Constituição Federal e na Lei n° 8080, estabelecem que a gestão do sistema deve ser fundamentada na distribuição de competências entre a União, Estados e Municípios. Dessa forma, o planejamento e execução de ações da saúde são deliberadas em reuniões da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que também prevê a participação do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems).

?O Governo do Estado tem apoiado efetivamente as ações no âmbito do SUS para a implantação e aperfeiçoamento de estratégias que atendem de fato os paranaenses, com o foco na regionalização dos serviços. Desde o início da gestão temos priorizado a instalação e qualificação dos serviços próximos à casa de cada paranaense fortalecendo o sistema público?, salientou.

Pandemia - Conforme o secretário Beto Preto, durante a pandemia da Covid-19, a importância do SUS se tornou ainda mais evidente com a estruturação de serviços e leitos exclusivos em todo o Estado. ?Organizamos uma rede específica e no Paraná foram abertos mais de 1.150 novos leitos de UTI, exclusivos para Covid, distribuídos em hospitais localizados em todas as regiões do Estado; uma estrutura que deverá ficar permanentemente à disposição dos paranaenses?, afirmou.

A estrutura atual de leitos de UTIs representa praticamente o dobro daquilo que estava em funcionamento antes da pandemia; todas contam com respiradores, ventiladores e os sistemas de gases.

As ações de enfrentamento englobam investimentos em recursos humanos, com contratação e organização dos profissionais, aquisição de medicamentos e de equipamentos de proteção individual para os profissionais da saúde.

Atenção ? No dia de celebração dos 30 anos de regulamentação do SUS, o secretário Beto Preto lembrou ainda que a atenção integral à saúde é uma das premissas do sistema e que, seguindo esta meta, a Sesa desenvolve um projeto pioneiro direcionado ao idoso, que está sendo implantado no município de Irati.

Trata-se do PlanificaSUS, projeto que envolve o Ministério da Saúde, Sesa, prefeitura de Irati, com participação do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo.

?Este é um planejamento nacional, em que cada Estado definiu o seu tema de trabalho; o Paraná optou pela saúde do idoso e, desde então, a Sesa vem trabalhando efetivamente no processo de construção de ações voltadas para o envelhecimento de forma integrada na atenção primária e na atenção especializada; é um projeto que exemplifica a essência do SUS, envolvendo todas as esferas de governo, entidades e a iniciativa privada?, explicou Beto Preto.

Conforme o secretário, o projeto teve início em 2019, mas foi desacelerado em função da pandemia da Covid-19. A previsão é de que as ações sejam retomadas no início de 2021.

?O envelhecimento está associado a uma série de mudanças e questões que afetam principalmente a saúde. Então, temos que estar preparados para oferecer aos idosos paranaenses um envelhecimento digno e ativo e o PlanificaSUS está nos permitindo este projeto-piloto que posteriormente pretend
Agência de Notícias do Paraná
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM