Cafelândia

Reféns e padrasto receberam atendimento no Pronto Atendimento de Cafelândia

Adolescente eram acompanhados pelo conselho e psicólogo

03/12/2019 20h13 | Atualizado em 04/12/2019 10h06
O homem de 39 anos que manteve os enteados em cárcere privado por quase 30 horas foi medicado no PAM (Pronto Atendimento Municipal) em Cafelândia, nesta terça-feira (3).

Segundo informações, ele recebeu um sedativo que deve durar cerca de seis horas.Os adolescentes, um menino de 12 anos e uma menina de 14 anos, também passaram pelo PAM.

Após o atendimento de saúde o acusado foi levado à delegacia onde permanecerá a disposição da justiça.

A equipe do hospital informou que os menores chegaram fisicamente bem ao hospital. Apenas o menino de 12 anos tinha uma lesão na região lombar por conta dos estilhaços na hora da invasão.

O Conselho Tutelar informou que a escola acionou o serviço por conta do comportamento e das notas dos adolescentes e acompanham essa família por dois anos e nunca identificaram qualquer problema disfuncional entre eles.

Ainda segundo a equipe do Conselho, toda vez que a mãe era solicitada para alguma conversa ou orientação ela comparecia, pois sempre estava zelosa com os filhos.

A mãe dos adolescentes esteve no Pronto Atendimento Municipal e ao deixar a instituição não quis falar com a imprensa.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.