Cascavel

Militares participam de simulação em casos de ocorrência crítica com reféns

São 21 militares que estão em curso, com duração de uma semana - 45 horas

08/11/2019 08h37 | Atualizado em 08/11/2019 09h42
Os casos de crimes com reféns sempre são muito conturbados e necessitam de muito empenho e inteligência para conseguir prender o acusado e retirar o refém sem ferimentos.

A 1ª Companhia de da Polícia Militar de Cascavel promoveu durante uma semana o curso de aprimoramento para trabalhar e saber como levar uma negociação em ocorrência que envolva vítimas presas.

A atividade teve uma semana de duração, com total de 45 horas, com simulação, prática e teoria. "A ideia é passar para os policiais a situação de crise com reféns, passamos a semana trabalhando a parte teórica e aqui vemos na prática como é esse trabalho. Cada policial tem uma função, mas o argumentador é quem fica mais exposto. O primeiro contato é o mais difícil, a primeira intervenção é sempre a mais difícil, pois os ânimos estão exaltados o criminoso está nervoso e ai há uma série de práticas a fazer antes do início realmente da negociação", esclarece o Major Marco Antônio da Silva.

A Polícia Militar do Paraná determinou a abordagem e qualificação dos militares para saber lidar com os casos de crise. Alguns oficiais de Maringá e Curitiba foram treinados e os cursos seguem por todo o Paraná pelos próximos meses.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.