Cascavel

Adolescente grávida que morreu com suspeita de H1N1 teria sido vítima de abuso

Boletim de ocorrência foi registrado pela família na Polícia Civil de Guaraniaçu

27/04/2019 07h45 | Atualizado em 27/04/2019 09h25
A adolescente grávida que morreu com suspeitas de H1N1, na última sexta-feira (26), teria sido vítima de abuso sexual.

De acordo com as informações repassadas, um boletim de ocorrência denunciando o abuso foi registrado pela família na Polícia Civil de Guaraniaçu.

Ainda não há confirmação da identificação do suspeito do abuso.

A menina de 15 anos estava grávida de três meses.

Ela deu entrada no Hospital Universitário com problemas respiratórios, e morreu na manhã de sexta-feira.

A adolescente morava em Diamante do Sul.

Exames foram coletados para apurar se ela estava ou não com o vírus da Influenza A H1N1.

O caso é investigado em segredo de justiça por ser tratar de uma adolescente.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.