Cascavel

Gestante morre no Hospital Universitário; H1N1 não está descartada

Adolescente foi internada na terça-feira (23), mas não resistiu e morreu nesta manhã

26/04/2019 08h36 | Atualizado em 27/04/2019 09h24
A menina de 15 anos gestante de três meses - que estava internada em estado grave no Hospital Universitário com problemas respiratórios - morreu na manhã desta sexta-feira (26), em Cascavel. A H1N1 não é descartada.

O helicóptero do Consamu buscou a adolescente na última terça-feira (23), em Guaraniaçu e a trouxe para o HU, onde ficou internada em tratamento, mas não resistiu e veio a óbito.

Exames são coletados para apurar se ela estava ou não com o vírus da Influenza A H1N1. O laudos serão concluídos pelo Lacen (Laboratório Central do Estado).

O corpo vai passar por exames no IML (Instituto Médico-Legal) e será liberado aos familiares.

A assessoria do Hospital Universitário se pronunciou por meio de nota.

"O Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP), esclarece que às 06h30 de hoje (26), foi a óbito a paciente de Guaraniaçu de 15 anos, gestante de aproximadamente 16 semanas. Há suspeita de H1N1, o HUOP aguarda a confirmação pelo Lacen - Laboratório Central do Estado do Paraná", diz a nota.

MORTE POR H1N1

Cascavel confirmou na quinta-feira (25) o primeiro caso de morte por influenza A H1N1 no município. A Secretaria de Saúde recebeu laudos do Lacen (Laboratório Central do Estado) que confirmaram a morte da criança de três anos na UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) do Jardim Veneza.



Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.