Fotógrafo registra agonia de peixes e pescadores após passagem de lama

A lama impede a entrada de luz solar e a oxigenação da água, além de alterar seu pH, o que sufoca os peixes

23 de novembro de 2015 | 14h31 | Atualizado há 2037 dias

PUBLICIDADE
Diante da dor e desolação de pescadores que dependiam dos peixes do Rio Doce em Baixo Guandu no Espírito Santo, o fotógrafo morador de Baixo Guandu Pito Jovander do portal Guandu fez um pequeno documentário com a situação enfrentada pelos moradores da região, principalmente os que dependiam da pesca.

O rio foi tomado por uma correnteza de terra e areia após o rompimento da barragem da empresa Samarco em Mariana (MG) no dia 5 de novembro , desde então o rio Doce não pode ter sua água captada. O abastecimento foi suspenso, e cerca de 500 mil pessoas estão com as torneiras secas.

A lama impede a entrada de luz solar e a oxigenação da água, além de alterar seu pH, o que sufoca peixes e outros animais aquáticos.

O que se vê é uma dor imensa e um cenário inacreditável.
Redação Catve.com/Portal Guandu
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM