Cascavel

Jovem fica gravemente ferido durante o Track Day no Autódromo

A corrida que é organizada por um grupo de amigos será proibida em Cascavel

10/12/2014 19h14 | Atualizado em 11/12/2014 09h07
A paixão pela velocidade reuniu o grupo de amigos, o evento do último domingo foi a sexta edição do Track Day, mas a diversão terminou em tragédia.

Alexandre Casagrande passava pelo trecho mais temido da pista do autódromo de Cascavel, o bacião, ao fazer a troca de marchas da moto, perdeu o controle e sofreu um grave acidente, Alexandre está internado na UTI e os médicos não descartaram a possibilidade de o rapaz ficar paraplégico.

As mensagens postadas por amigos em uma rede social demonstram otimismo na recuperação e falam até em milagre, já que ele teria reagido a estímulos, para a realização do evento a organização alugou o autódromo de Cascavel, segundo o administrador o contrato tem uma série de exigências para a realização de competições.

O aluguel custa aproximadamente R$ 1 mil, com o contrato de locação o município passa a não ter responsabilidade sobre o evento, no entanto nossa equipe não teve acesso ao documento.

O administrador afirma que a fiscalização foi feita e que o evento cumpriu todos os itens de segurança, como ambulância e bandeirinhas no circuito.

O secretário de Esportes acredita que a pista do autódromo de Cascavel é segura.

O Track Day é realizado em vários autódromos do país, aqui em Cascavel a organização é de um grupo de amigos, cada um paga parte dos custos do evento. Por telefone um deles disse que não irá se pronunciar porque não responde sozinho pela organização.

Não há regulamentação para esse tipo de evento, nem a exigência de que os participantes tenham experiência em pilotagem, falha que representa riscos para quem entra na pista.

Depois do acidente, os Track Days estão proibidos no autódromo de Cascavel.

Jornal Catve 2ª edição