Brasil

Futebol: CBF pretende adotar fair-play financeiro no Campeonato Brasileiro

-O que aconteceu com o Manchester City vai acontecer no Brasil- diz secretário-geral

18/02/2020 18h56 | Atualizado em 18/02/2020 18h56
De acordo com o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, a entidade pretende implementar a partir do Campeonato Brasileiro deste ano o fair-play financeiro para os clubes da Série A e deve evoluir de forma gradativa em quatro anos.

"É um mecanismo que exige profissionalização gradativa chegando à máxima na estrutura de funcionamento no futebol, e aqueles que não seguirem rigidamente essas normas serão punidos. Primeira fase de maneira educativa, orientadora, mas depois com punições, chegando até a perder pontos".disse.

O Brasileirão começa em maio e as regras do fair-play devem ser divulgadas nas próximas semanas, de acordo com o Diretor de Registro e Transferência da CBF, o ex-jogador Reynaldo Buzzoni.
"O objetivo é que haja responsabilidade na contratação de jogadores, pagamento na hora, tudo aquilo que a gente espera de uma ação administrativa competente, organizada, transparente e ética, para que possamos, permanentemente, prestar contas do nosso trabalho e dos nossos resultados", disse.

Seis anos atrás, a CBF chegou a incluir um item sobre fair-play financeiro no Regulamento Geral de Competições e entre as medidas adotadas estava a perda de três pontos para o clube que atrasasse em 30 dias o pagamento do salário dos atletas.

Para os times da Série B, serão repassadas apenas orientações.

Na semana passada o Manchester City, foi banido das duas próximas edições da Liga dos Campeões ou de qualquer outra competição europeia pelo descumprimento da regra do fair-play financeiro da Uefa, que entendeu que o clube burlou as regras ao inflar falsamente as receitas obtidas com patrocínios entre 2012 e 2016.

A princípio, o modelo de fair play não banirá os clubes que descumprirem as normas, como foi o caso do Manchester City.

"Não temos ainda o sistema da Uefa, mas temos punições severas para ensinar ao futebol brasileiro que tudo tem de ser feito da maneira correta", completou.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.