Mundo

Automobilismo: FIA homenageia curitibano Raul Boesel no Hall da Fama

Reconhecimento é pela conquista do título mundial de endurance em 1987

02/12/2019 14h04 | Atualizado em 03/12/2019 18h16
Criado em 2017, o Hall da Fama da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) primeiro homenageou os campeões da Fórmula 1 e, ano passado, do Rali.

Agora é a vez dos vitoriosos no Mundial de Endurance. E não podia faltar um brasileiro: o paranaense Raul Boesel, campeão mundial de endurance em 1987.

Em julho deste ano recebeu missiva da FIA assinada pelo presidente Jean Todt, convidando-o a fazer parte do rol de homenageados com mais 28 campeões do mundo na modalidade que serão imortalizados.

Os pilotos se juntam aos 33 campeões de F1 e aos 17 campeões mundiais de Rally, que também já foram homenageados pela FIA.

"Depois de 32 anos, quando eu pilotei para a equipe Silk Cut Jaguar, é um reconhecimento que vou levar para o resto da vida", diz Boesel, que ainda disputou as temporadas de 1982 e 1983 na F1.

Em 1987, Boesel conquistou vitórias cinco vitórias na temporada do World Sportscar Championship. Os triunfos com o Jaguar XJR-8 vieram em Jerez (Espanha), Silverstone (Inglaterra), Brands Hatch (Inglaterra), Nurburgring (Alemanha) e em Spa-Francorchamps (Bélgica).

Nome de Autódromo

Em 1989, então com 32 anos, o piloto curitibano viu seu nome virar sinônimo do maior palco da velocidade no estado.

O Autódromo Internacional de Curitiba (AIC) se tornou oficialmente o Circuito Raul Boesel.

Redação Catve.com



** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 9 9982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642.