Justiça manda internauta apagar montagem contra candidato de Cascavel

A postagem indicava que o prefeito Leonaldo Paranhos, candidato à reeleição, seria ficha suja

17 de outubro de 2020 | 12h19 | Atualizado há 4 dias

PUBLICIDADE
O juiz eleitoral Marcelo Carneval expediu liminar, na noite de ontem (16), que obriga um internauta a retirar a postagem, em 24 horas, e deixar de compartilhar no Facebook uma montagem contra um dos candidatos a prefeito de Cascavel.

A postagem indicava que o prefeito Leonaldo Paranhos, candidato à reeleição, seria ficha suja. Segundo assessoria do candidato, trata-se de uma notícia falsa.

Os advogados do candidato entraram na Justiça para que a postagem fosse retirada.

Na decisão, o juiz estabeleceu pena de multa de R$ 5 mil por dia de descumprimento. A sentença atinge também o Facebook Brasil.

Para o magistrado, as montagens no vídeo "retratam flagrante violação à legislação eleitoral, implicam na retirada de circulação do material danoso para manutenção da lisura na veiculação da propaganda eleitoral".

O juiz afirmou ainda que o conteúdo, aparentemente, registra caráter calunioso e difamatório. Um dos exemplos citados pelo magistrado foi o fato de o autor da postagem se referir a Paranhos como "prefeito da pinguela do lago e das super lixeiras."

O autor da postagem será notificado pela Justiça Eleitoral e terá dois dias para se defender dos ataques mentirosos proferidos contra Paranhos.
Redação Catve.com
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM