Estudo aponta que Brasil é "berçário" de mutações da Covid-19

Brasil, junto com a África do Sul, é um dos principais polos de mutação do vírus

14 de setembro de 2021 | 17h44 | Atualizado há 7 dias

Foto: Assessoria
PUBLICIDADE
Um estudo realizado por pesquisadores brasileiros apontou que o Brasil é um dos "berçários" de mutações da Covid-19. O estudo comparou a distribuição das mutações nas cinco regiões brasileiras e no mundo entre março de 2020 e junho de 2021.

A avaliação concluiu que o país é um dos principais polos de mutação do vírus no mundo, junto com a África do Sul. Segundo o estudo publicado no periódico Viruses, uma nova linhagem de Covid-19 foi achada a cada 278 amostras. Na Europa, este número é de uma a cada 1.046 amostras.

Segundo as análises, o Brasil teve a presença de 61 linhagens SARS-CoV-2, com alta predominância da variante Gama, descoberta em Manaus em janeiro deste ano.

O estudo é de seis pesquisadores da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), UFT (Universidade Federal do Tocantins) e Universidade Feevale, do Rio Grande do Sul.

Assessoria
** Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal CATVE.com pelo WhatsApp (45) 99982-0352 ou entre em contato pelo (45) 3301-2642

VEJA TAMBÉM

<